Cães e Gatos “Arrastando a Bunda no Chão”!? O que é isso?

Lakeland Terrier x Border Collie Bess scooting

Você já viu um cão ou gato numa posição estranha, sentado com as patas de trás esticadas para frente, arrastando a “bunda” no chão?

Alguns animais se deslocam por alguns metros assim!

Esta movimentação ocorre com frequência e pode ter diferentes causas.

Antes de se preocupar com algum motivo patológico, certifique-se que não tem nada preso nos pelos ou até mesmo no ânus, como um fio de cabelo, fezes, papel, carrapato etc.

Os animais ficam extremamente desconfortáveis se não conseguem se livrar  de algo assim.

Se não houver nada incomodando, precisamos investigar um pouco mais.

Qualquer irritação, dor ou prurido (coceira) nesta região pode fazer  o animal se comportar assim.

A maioria dos tutores de animais pensa logo num caso de verminose.

O verme transmitido pelas pulgas, o Dipilydium caninum, de fato pode causar prurido, pois as proglotes (pequenos “pedaços”) da tênia saem ativamente pelo ânus, causando bastante desconforto.

Neste caso, é fundamental vermifugar o animal e controlar a infestação pelas pulgas (saiba mais, clicando aqui).

Outra causa bastante frequente é a inflamação das glândulas adanais.

Elas se localizam ao lado do ânus e produzem uma secreção fétida (chamo “carinhosamente” de bacalhau!) que é normalmente expelida durante a defecação e serve como comunicação entre os animais.

Alguns cães e gatos também podem eliminar esta secreção quando contraem o ânus – pode ser entrando no carro, pulando ou numa situação de medo.

Se houver alguma alteração nesta região ao redor do ânus (vermelhidão, inchaço, secreção), leve seu animal para atendimento veterinário.

Além do odor fétido e do “arrastar” no chão, ele pode estar sentindo muita dor.

Se o sintoma for recorrente, pode ser necessário remover as glândulas cirurgicamente.

 


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato