Carrinho para Cães

carrinho caes
  1. Oi, somos de uma sociedade de amor de bicho em Vassouras e fazemos um trabalho voluntario, estou de lar temporario de um cao que a carreta atropelou, como faço para adquirir um carrinho? grata Luciana 24-92512950

  2. Rita Ericson says:

    Olá Luciana,

    o contato está no post.
    Infelizmente, eu recebi uma mensagem deles dizendo que a procura foi muito grande e eles não estão conseguindo atender a todos.
    Apesar da dificuldade de adaptação de cada animal, eles deram a “receita” com o passo a passo de como fazer o carrinho.
    Vou te encaminhar por email.
    Abraço
    Rita Ericson

  3. Luiz says:

    Rita Ericson minha cachorrinha esta se recuperando da doença do carrapato mas esta esta temporariamente com as patas traseiras paralisadas em razão da doença MAS o veterinário me falou que isso é temporário, mas como vejo minha cachorrinha se arratando pelo chão e se machucando toda resolvi procurar uma maneira de que isso não ocorra.

    Rita você poderia mem mandar por email o passoa a passo para eu pode fazer uma para minha cachorrinha.

    Fico no aguardo

  4. Rita Ericson says:

    Olá Luiz,
    vou te encaminhar por email.
    Converse com o(a) veterinario(a) dela para avaliar melhor se vale a pena usar o carrinho.
    Os cães se adaptam tão bem às mudanças que ela pode ter dificuldade de voltar a andar, se acostumar com o carrinho.
    Mande noticias
    Abraço
    Rita Ericson

  5. Rosana says:

    Olá, tudo bem?
    Temos um cachorro que há 3 meses teve um tumor na próstata e posteriormente uma fissura muito grande na barriga. Como o tratamento demorou muito, ele acabou ficando tod esse tempo sem andar. Ãpós toda a cicatrização, já fizemos acumpultura e fisioterapia e as duas veterinárias indicaram um carrinho para ele voltar a ter confiança em ficar em pé, porém, com todos estes tratamentos não estamos conseguindo comprar um carrinho.
    Gostaria de saber se consigo ajuda de vocês.
    Super obrigada!

  6. Rita Ericson says:

    Olá Rosana,
    se este email de contato não puder te ajudar, me envie um email que eu
    te encaminho um passo a passo de como fazer o carrinho em casa.
    Abraço
    Rita Ericson

  7. Tamires Coelho says:

    Olá,sou Tamires tenho uma cachorrinha q estava com cinomose e paralisou as duas patas traseiras e uma da frente no caso a esquerda,queria saber como concegir ama cadeira rodas pra ela por que ela chora dia e niote por não conceguir andar,ou se vcs mandarem como fazer a cadeira já é uma grande ajuda,desde já agradeço.

  8. Rita Ericson says:

    Olá Tamires,

    a pessoa que se ofereceu para fazer os carrinhos está sobrecarregada.
    Ela disponibilzou o passo a passo de como fazê-lo, mas ressalta que a adaptação ao corpo do animal pode ser difícil e causar feridas.
    Te encaminho por email, mas fique atenta ao possível desconforto e lesões que o carrinho pode causar no seu animal.
    Mande noticias
    Abraço
    Rita Ericson

  9. Tatiana Santos says:

    Olá Rita

    TEnho uma cachorra da raça pastor alemão que esta em uma fase bem avançada de paralisia nas patas traseiras. Estamos muito tristes de ve-la nesta situação e gostaria receber um e-mail com o passo a passo para fazer a cadeirinha.

    Agradecemos desde já.
    Familia Nascimento

  10. Rita Ericson says:

    Olá Tatiana,

    a pessoa que disponibilizou o passo a passo ressalta que a adaptação ao corpo do animal pode ser difícil e causar feridas.
    Te encaminho por email, mas fique atenta ao possível desconforto e lesões que o carrinho pode causar no seu animal.
    Abraço
    Rita Ericson

  11. Marcely says:

    Olá, tenho um poodlee de 16 anos q teve 3 convulsões e perdeu o movimento das patas.. Por favor, alguma sugestão de como ajudá-lo? ELe está desesperado tentando se levantar e não consegue..isso tá me matando!

  12. Rita Ericson says:

    Olá Marcely,

    a pessoa que se ofereceu para fazer os carrinhos está sobrecarregada.
    Ela disponibilizou o passo a passo de como fazê-lo, mas ressalta que a adaptação ao corpo do animal pode ser difícil e causar feridas.
    Te encaminho por email, se interessar, mas fique atenta ao possível desconforto e lesões que o carrinho pode causar no seu animal.
    É possível fazer uma “alça” de tecido e encaixar nas patas traseiras do animal para ajudá-lo a andar.
    Mande noticias
    Abraço
    Rita Ericson

  13. Carlos says:

    Prezada Dra. Rita

    tenho uma cachorrinha, cahada Pitchula, que está com a idade muito avançada, quase cega e com um tumor na parte traseira que, acho, o veterinário está receoso em operá-la, pois já confessou-me que o risco de morte é muito grande e, também com grande dificuldade nas patas traseiras, diagnosticado como artrose, prejudicando o seu caminhar. A Pitchula está sendo medicada com alguns remédios, receitados pelo Veterinário, o que têm mantido ela estável mas, devido a esta artrose, gostaria que me enviasse a formula da cadeirinha, pois ajudaria muito e, com toda a certeza, daria mais conforto à nossa querida Pitchula.
    Na certeza da sua ajuda, desde já agradeço e fico no aguardo.

    Atenciosamente,

    Carlos E.D.C. Jr.

  14. Rita Ericson says:

    Olá Carlos,

    vou te enviar por email.
    Abraço
    Rita Ericson

  15. Marcus Trancoso says:

    Me manda o passo a passo de como fazer o carrinho, por favor. Obrigado.

  16. Rita Ericson says:

    Olá Marcus,
    te enviarei por email.
    Abraço
    Rita Ericson

  17. sandra says:

    Cara Dra Rita, poderia enviar-me as instruções de como fazer o carrinho? É uma tentativa que será observada quanto aos benefícios e prejuízos para ela, ok?
    Grata

  18. Carmen lucia de almeida cardoso says:

    gostaria do endereço da pessoa que faz as cadeirinhas para caes com problemas de artrose nas patas trazeiras . estou sem saber o que fazer pois meu cão esta com 16 anos e com esse problema se agravando a cada dia desde já obrigada fico no aguardo de uma resposta

  19. meu amigo Pretinho precisa de um carrinho de rodas, ele ta com paralisia nas patas traseiras.

  20. Rita Ericson says:

    Olá Carmem,

    a pessoa que se ofereceu para fazer os carrinhos está sobrecarregada.
    Ela disponibilizou o passo a passo de como fazê-lo, mas ressalta que a adaptação ao corpo do animal pode ser difícil e causar feridas.
    Te encaminho por email, mas fique atenta ao possível desconforto e lesões que o carrinho pode causar no seu animal.
    Abraço
    Rita Ericson

  21. Rita Ericson says:

    Olá Maria Helena,

    a pessoa que se ofereceu para fazer os carrinhos está sobrecarregada.
    Ela disponibilizou o passo a passo de como fazê-lo, mas ressalta que a adaptação ao corpo do animal pode ser difícil e causar feridas.
    Te encaminho por email, mas fique atenta ao possível desconforto e lesões que o carrinho pode causar no seu animal.
    Abraço
    Rita Ericson

  22. marina says:

    um vizinho criava um coelho na rua que so comia porque eu também tenho coelho e ele se misturava com o meu para poder se alimentar ,um certo dia ele apareceu com as patas paralisadas , o dono disse que não queria nem saber e deixou-o jogado ao sol para que morresse ali mesmo , fiquei com dó e mesmo sem condições de levar ao veterinario fui buscá-lo e até hoje estou cuidando dele, ele está com uma pata traseira paralisada portanto nem ficar em pé sozinho não consegue, POR FAVOR PEÇO QUE DOEM UMA CADEIRA DE RODAS PARA ELE POIS ATÉ PARA DEFECAR FICA DIFICIL PORQUE DEPENDENDO DA ALIMENTAÇÂO DEFECA MOLE E QUASE SEMPRE TENHO QUE DAR BANHO PORQUE FICA COM MAU CHEIRO E PODE DAR BICHO DE MOSCAS NAS PARTES INTIMAS DELE ,TENHO MUITO MEDO QUE ACONTEÇA ,TENHO MUITO CUIDADO COM ELE POIS É UM SER INDEFESO QUE PRECISA DE AJUDA. OBRIGADO.

  23. Rita Ericson says:

    Olá Marina,
    eu não trabalho com coelhos, não tenho experiência para opinar sobre a adaptação à “cadeira de rodas”.
    Existe um passo-a-passo de como fazer um modelo para cães.
    Se interessar, me avise, eu encaminho por email.
    Vale lembrar que a adaptação ao corpo do animal pode ser difícil e causar feridas.
    Ffique atenta ao possível desconforto e lesões que o carrinho pode causar no seu animal.
    Abraço
    Rita Ericson

  24. heriberto jose fabretti says:

    por favor, gostaria de saber como construir um carrinho para uma cadelinha de 3 meses, porem ela é muito pequena e ela não tem movimento nas duas patas traseiras. desde já meu muito obrigado.

  25. Rita Ericson says:

    Olá Heriberto,

    te envio por email, mas a adaptação pode ser difícil, especialmente para um filhote em crescimento.
    As medidas precisarão ser ajustadas.
    Ele não tem chance de recuperar os movimentos?
    O que causou a paralisia? Trauma?
    Mande noticias.
    Abraço
    Rita Ericson

  26. Eliane Alves machado says:

    Preciso da ajuda de vocês, meu cachorrinho um viralatinha que peguei em 2003, esta com muita dificuldade de andar. Quando eu peguei ele o veterinário disse que ele devia ter de 5 a 6 anos, portanto hoje deve ter uns 15 anos. Sou uma pessoa ja de idade e nao estou conseguindo carregar ele até a rua para ele fazer as necessidades, pois desde que eu peguei ele, ensinei a fazer as necessidades na rua. Hoje ele esta com cancer osseo. por favor ajudem o meu bebe.

  27. Rita Ericson says:

    Olá Eliane,

    seu cão recebe medicação para dor?
    A adaptação ao carrinho pode ser dificil, especialmente para os idosos.
    Se você quiser, posso te enviar o passo a passo de como construí-lo, mas ressalto que pode ocorrer ferimentos nos pontos de contato.
    Converse com a/o vet que cuida dele.
    Mande noticias.
    ABraço
    Rita Ericson

  28. Lucas de Oliveira D. A. Faria says:

    Olá, estou cuidando de uma cadela que foi atropelada e não esta conseguindo movimentar direito as patas traseiras, mas esta mexendo o rabinho, o que é bom já que indica que não é um problema serio de coluna. Gostaria de saber se vc pode passar o esquema do carrinho para mim, espero que elá não vá precisar mas por via das duvidas, é até bom que serve com um tipo de fisioterapia. Desde já agradeço.

  29. Rita Ericson says:

    Olá Lucas,
    você já levou este cão para atendimento veterinário?
    Ele foi radiografado?
    Não acho interessante adotar o carrinho antes de saber exatamente o que ele tem, pode piorar o quadro.
    Mande noticias.
    Abraço
    Rita Ericson

  30. Mayara says:

    Olá, minha gatinha, foi atropelada, e ela perdeu os sentidos das patas traseiras, ela está em uma situação de dar dó,só consegue se movimetar arrastanto, estou muito triste com a situação dela e não sei o que fazer. Gostaria de saber se o gato também se adapta ao carrinho.

  31. Rita Ericson says:

    Olá Mayara,

    a adaptação não costuma ser facil nem para os cães…podem ocorrer ferimentos nos locais de atrito.
    Talvez, se confeccionado em material bem leve, o gato consiga se adaptar.
    Vou te encaminhar o passo-a-passo de como fazer o carrinho por email.
    Converse com a/o vet que está cuidadando do seu gato e peça ajuda.
    Mande noticias,
    abraço
    Rita Ericson

  32. Claudia says:

    Minha Weimarainer não consegue mais andar, não quero sacrificá-la, por isso ficquei contente em saber que vocês ensinam a fazer o carrinho. Teria como você me passar por email como eu posso fazer um carrinho para ela?

  33. Rita Ericson says:

    Olá Claudia,
    te enviarei por email.
    Abraço
    Rita Ericson

  34. Paula says:

    Olá Rita,
    Tenho um labrador de 2 anos que esta com as patas traseiras paralisadas. Ainda não sei ao certo qual o diagnóstico, mas acredito que ele não volte a andar.
    Por favor caso não tenham a prótese para doação, me passe o e-mail com a instrução de como fazer uma para mim.

    Desde já agradeço pela atenção.

  35. Thays says:

    Olá, trabalho em um canil público e recebemos uma cachorra com paralisia nos membros inferiores, e eu gostária de ajuda-lá. Se possivel gostaria de que alguém me enviasse como posso fazer o carrinho! ela ainda é filhote por isso penso ser mais facil a adaptação.

  36. Rita Ericson says:

    Olá Paula,
    Existe algum diagnóstico para a causa da paralisia?
    Te encaminho o passo a passo por email.
    Mande noticias.
    Abraço
    Rita Ericson

  37. Simone says:

    Oi,Rita!
    Tenho uma Coocker Spaniel bem idosa – 17 anos – e ela quando deita, não está conseguindo se levantar por estar sem forças. Isso também dificulta na hora de fazer as necessidades, principalmente as fezes.
    Estamos dando analgésico, anti inflamatório e complexo vitamínico para amenizar, mas está cada vez mais difícil.
    Depois que levantamos a parte traseira dela, ela consegue andar. A falta de forças mesmo é nas patas traseiras.
    Como posso fazer para receber um carrinho para ajudá-la?
    Preciso amenizar seu sofrimento.
    Grata por sua bondade.
    Tudo de bom e aguardo contato
    Um grande abraço
    Simone

  38. julio says:

    oi, será que vcs poderia me encaminhar o e mail com o passo a passo? obrigado

  39. Rita Ericson says:

    Olá Thays,
    te encaminharei o passo-a-passo por email.
    Abraço
    Rita Ericson

  40. Rita Ericson says:

    Olá Simone,
    te encaminharei o passo-a-passo por email.
    A adaptação pode ser dificil, especialmente em animais idosos.
    Acredito que se ela ficar sempre sobre superficies aderentes (borracha), pode ser mais facil para levantar.
    Abraço
    Rita Ericson

  41. Rita Ericson says:

    Olá Julio,
    te encaminho por email, mas fique atento ao possível desconforto e lesões que o carrinho pode causar no seu animal.
    Abraço
    Rita Ericson

  42. Renata Zamorano says:

    Boa tarde!
    No último sábado o meu poodle de 16 anos sofreu uma fratura na tíbia e está com a patinha traseira imobilizada. Devido a idade ele já tinha algumas dificuldades para se equilibrar nas patinhas traseiras, mas caminhava e mantinha a sua independência. Agora com uma das patinhas imobilizada está muito difícil a sua locomoção sem a nossa ajuda.
    Gostaria de receber o passo a passo para tentar ajudá-lo da melhor forma.
    Ele é muito esperto e amado!
    Aguardo o retorno.
    Muito Obrigada!
    Renata

  43. Rita Ericson says:

    Olá Renata,
    te encaminho por email, mas fique atenta ao possível desconforto e lesões que o carrinho pode causar no seu animal.
    Abraço e melhoras para ele!
    Rita Ericson

Faça sua pergunta!

Uma iniciativa maravilhosa, deve ser divulgada.

Um casal carioca está fabricando cadeiras de rodas para cães – SEM CUSTO, porque gostam de ajudar!

Contato com a Dani Navarro no: dnramos@hotmail.com

No momento, quem se ofereceu para fazer os carrinhos está sobrecarregada.

Ela disponibilizou o passo a passo de como fazê-lo, mas ressalta que a adaptação ao corpo do animal pode ser difícil e causar feridas.

Se houver interesse, entre em contato que eu envio o passo a passo por email.

 


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato