Comedouros – tipo, tamanho, aonde colocar…

comedouros

Muito se fala sobre a alimentação dos cães e gatos.

Eu mesma já publiquei textos sobre dieta caseira/alimentação natural (clique aqui), como escolher a melhor ração (clique aqui ) e como ajudar os cães que não gostam de ração (clique aqui).

Mas aonde “servir” o alimento?

Existem muitos tipos de comedouros disponíveis no mercado.

Os clássicos de plástico, de louça, pintados, de Ágata, de vidro, de barro, altos, baixos…

Farei algumas considerações:

Plástico- raramente quebram, mas alguns animais podem apresentar uma irritação na pele, especialmente na região do queixo (também chamada de acne)

Vidro e louça- fáceis de higienizar, mas quebram facilmente

Ágata- fáceis de higienizar, não quebram, mas podem enferrujar com o tempo

Inox/metal- fáceis de higienizar, não quebram

Altos- indicados para cães com megaesôfago (o esôfago, tubo que liga a boca ao estômago, apresenta uma flacidez dificultando a “descida” do alimento – pode ocorrer em filhotes ou adultos- o alimento é regurgitado após sua ingestão)

Também são indicados para cães com problemas de coluna, especialmente cervicais (pescoço), quando devemos evitar que o cão abaixe a cabeça

Grande- não recomendo, é melhor dividir a quantidade de alimento diário em várias refeições, especialmente se o cão é muito voraz e come rapidamente

Quando o cachorro se alimenta desta forma, podemos usar um comedouro que dificulte a apreensão de muito alimento de uma só vez, como estes.

comedourocomedouro cão

 

Também existem opções divertidas, que fazem com que o cão brinque e se exercite para comer, como este oval. Colocamos a ração dentro e ela vai saindo aos poucos, de acordo com a movimentação.

comedouro ativo

Desta forma, evitamos que o animal engula ar junto com o alimento e coma mais devagar, evitando que ele regurgite logo em seguida.

Normalmente o comedouro fica na cozinha ou área, mas devemos prestar atenção se este local é adequado.

Muitas vezes é nesta parte da casa que guardamos produtos de limpeza.

Também precisamos evitar a tentação! Cozinhar alimentos cheirosos, pode ser irresistível para o cão! E para quem cozinha também! Quem nunca resistiu a um olhar pidão…

Pode ser interessante variar o local do comedouro, especialmente para cachorros possessivos que protegem seu alimento.

Numa casa com cães e gatos, temos que evitar que os cachorros comam a comida deles, o que acontece com frequência.

A solução mais fácil e posicionar o comedouro do gato em um local alto, como uma prateleira, bancada ou até mesmo em cima da geladeira!

Desta forma, o gato acessa de maneira fácil (e ainda faz exercício!) e o cão não alcança.

Para saber mais sobre alimentação de gatos, clique aqui.

 

 

 


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato