Como Conviver Bem com Animais em Apartamento

Cat_Friendly_House 3
  1. anaquintas says:

    recentemente adotei um gato macho que não tem uma das patas traseiras deve ser por isso que ninguém queria este filhote que havia sobrado.ele é muito inteligente não dá trabalho já se adaptou com a caixinha corre muito pelo apartamento enfim esta patinha não deve lhe fazer muita diferença,embora eu não saiba se foi desde que nasceu.a pergunta é : como estou com ele já a 7 meses será que posso castrá-lo? sempre ouvi dizer que quando se castra a tendencia é que os animais engordem.então se ele engordar o seu peso irá dar problema pela falta da patinha?(é meia pata como se fosse na dobra da perna).desde já agradeço sua atenção e não perco um programa na radio pena que é pouco tempo em dia e horas.

  2. Rita Ericson says:

    Olá Ana,
    te parabenizo pela atitude de adotar um animal diferente…são poucas pessoas que são generosas assim.
    Eu recomendo a castração, mas você deve controlar a alimentação após a cirurgia para evitar o sobrepeso.
    Eu também adoro participar do programa!
    Obrigada pela audiencia
    Abraço
    Rita Ericson

  3. Rachel Tavares Lima says:

    Dra. Rita, tenho 4 gatos adultos,mae e filhos castrados que nasceram na minha cs e que são umas verdadeiras pestes, eles acabam com sofá, cama e almofadas apesar de ter arranhadores acho que eles nem sabem pra que serve, essa é uma questão que já ate me acostumei.
    Agora o maior problema é que deram pra fazer xixi no tapete novo, no antigo não faziam, mas no novo putz… já lavei umas3 vezes mas naaada, eles fazem do mesmo geito e agora se fechar as portas dos quartos na hora de dirmir eles gritam tanto que parece q. estão pedindo ajuda. oque fazer para educa-los a pelo menos não miarem na madrugada?

  4. Rita Ericson says:

    Olá Rachel,
    os gatos tem diversos motivos para urinar fora da caixa sanitaria.
    Comece observando se a localização da caixa é adequada. Existem gatos que não gostam ou tem medo de passar por determinados locais (ex: uma pessoa, uma escada, baldes, maquina de lavar etc). O número de bandejas deve ser igual ao numero de gatos, uma para cada um. Elas devem ser limpas diariamente. Alguns gatos detestam pisar em determinadas marcas de areia.
    A princípio, você deve colocar uma (ou mais) bandejas sanitarias proximas ao tapete novo. Use uma marca de areia que eles já usaram (quando não urinavam no tapete) ou coloque 2 opções diferentes, em 2 bandejas.
    Retire o tapete por alguns dias ou cubra-o com um plastico.
    Quando você descobrir qual areia eles preferem, vá movendo a bandeja para outro local, mais apropriado.
    Quanto aos miados noturnos…teráimos que avaliar o que está acontecendo. Inicialmente, você pode brincar bastante com eles antes de dormir (bolinhas, cordinhas, laser point etc).
    mande noticias
    Abraço
    Rita Ericson

  5. Leila says:

    Ola Rita.

    Como moro em apt, gostaria de saber se posso dar banho uma vez na semana na minha Sitzu de 52 dias.

  6. teka says:

    preciso de orientaçao para fazer um patio para duas basset com 1,50m x 6m +2.50×4,00 grata teka ,laguna,sc

  7. Rita Ericson says:

    Olá Teka,
    não entendi sua questão…
    Abraço
    Rita Ericson

  8. Fabiana Gomes says:

    Olá, bom dia!
    Estou tendo um probleminha com meus dois gatinhos SRD de 4 meses. O problema é que eles insistem em subir na tela mosquiteira das portas, o que está ocasionado buracos e rasgos nela. Tem algum meio de faze-los parar? O interessante é que eles sabem que estão errados poiis quando nos aproximamos eles saem correndo..rs. O spray de água não funcionou com eles. abraço. obrigada

  9. Rita Ericson says:

    Olá Fabiana,

    experimente aplicar uma fita dupla face no local que eles se apóiam para alcançar a tela.
    Os gatos detestam grudar suas patinhas e costumam desistir de determinado local se for necessario atarvessar o “grude”…
    mande noticias
    Abraço
    Rita Ericson

  10. Lillian Almada says:

    Bom dia, DrªRita.
    Tenho a Katara, uma gata de 2 anos, e estou para mudar de apartamento.É necessário que eu tenha um cuidado especial no que diz respeito à adaptação em um novo local? Ou não preciso me preocupar que ela se adaptará sem problemas.
    Obrigada.

  11. Rita Ericson says:

    Olá Lilian,

    você pode acostumá-la a caixa de transporte, usar feromonio em spray para deixá-la mais confortável e evitar que ela participe dos momentos mais confusos da mudança.
    Acredito que após a mudança, ela se adaptará ao novo espaço, mas planeje bem aonde ficará a caixa sanitária, agua, comida e se possa promova um enriquecimento ambiental (http://www.bichosaudavel.com/enriquecimento-ambiental-gatos-mais-felizes/).
    Mande noticias
    Abraço
    Rita Ericson

  12. Morgana Dantas says:

    Dra. Rita, no inicio deste ano tive que mudar de Fortaleza para Manaus. Tenho 2 cachorros pequenos, Meg 4kg e o Chico de 7kg, e dois gatos, um macho e uma femea. Nao sao de raca. A Meg eh quase poodle e o Chico eh quase Lhasa. Nos moravamos em uma casa espacosa e num lugar afastado onde os gatos podem sair e passear e cacar proximo de casa. Agora vou morar num apartamento bem pequeno e temo que eles nao se acostumem la ou que fiquem muito estressados. O que posso fazer para minimizer os problemas? Muito obrigada.

  13. Rita Ericson says:

    Olá Morgana,

    o ideal é oferecer atividade para os cães e enriquecer o ambiente para os gatos.

    Leia o texto: http://www.bichosaudavel.com/enriquecimento-ambiental-gatos-mais-felizes/

    É importante que os gatos tenham 2 caixas sanitarias ou 1 grande, limpa diariamente.

    Mande noticias.
    Abraço
    Rita Ericson

Faça sua pergunta!

Inicialmente, temos que pensar se a vontade de ter um animal é unânime na família, se temos tempo, dinheiro e disposição para adquirir um animal.

Se a decisão estiver tomada, escolha o animal adequado para sua família – cão, gato, de raça, vira-lata, grande, pequeno, peludo ou não.

Cheque com seu condomínio se há restrições. A princípio, não se pode proibir a presença de animais, mas se há uma convenção no prédio, devemos respeitá-la ou…contestá-la, mas faça isso antes de adquirir o animal.

A convivência com animais traz muitos benefícios, mas temos que oferecer-lhes condições saudáveis e continuar vivendo em harmonia com a família.

Eles precisam de espaço, exercícios, estímulos mentais, boa alimentação e cuidados veterinários.

No caso dos cães, o fato do apartamento ser pequeno e não dispor de uma área aberta não é impeditivo. Mas é necessário levar o animal para se exercitar, interagir com outros animais e com o ambiente externo. Dependendo do tamanho do animal, o número e a duração dos passeios pode variar bastante.

É fundamental ensinar obediência básica desde filhote e corrigir o excesso de latidos. Se o seu cachorro for muito dependente, tipo “sombra” que te segue o dia inteiro, estimule a independência dele. Deixe-o sozinho noutro cômodo da casa por pelo menos 5 minutos. Repita várias vezes esta “operação”.

No caso dos gatos, é necessário impedir o risco de quedas  telando as janelas. Como eles não saem para passear, devemos enriquecer o ambiente.

Gatos amam ficar em locais altos e as prateleiras ou estantes funcionam como posto de observação. Se possível, ofereça uma opção próxima a janela para eles acompanharem o movimento externo. Outra modificação no ambiente que os gatos adoram são pequenas aberturas nas portas ou paredes para eles circularem livremente entre os cômodos. Aproveite caixas de eletrodomésticos (por ex.) como “tocas” temporárias.

Brinque bastante com seu gato. Como bons caçadores, eles gostam de tudo que se move. Brinquedo parado, não tem graça. Bolas leves como de ping-pong, papel alumínio ou próprias para gatos quicam e se movem bastante. Existem brinquedos recheados com cat nip (erva do gato) que também agradam muito. Outra opção é amarrar um barbante na cintura e prender pedaços de retalhos e fitas na ponta. Conforme você se movimenta dentro de casa, seu gato “caça”. CUIDADO PARA ELE NÃO ENGOLIR LINHAS, TECIDOS OU PEDAÇOS DE BRINQUEDOS.

O gato que vive dentro de casa precisa de 1 caixa sanitária de tamanho adequado (ele deve caber inteiro), limpa e com o granulado que ele melhor se adaptar. As vezes é necessário experimentar várias marcas de areia até descobrir a preferida. O ideal é ter uma bandeja por gato e considere diferentes modelos (aberta, fechada, alta, baixa). Evite posicionar a bandeja próxima a eletrodomésticos barulhentos ou em local muito movimentado (muitos gatos são tímidos).

Os gatos arranham para se alongar, “descascar” as unhas e para fazer marcas no ambiente. Ofereça uma superfície para ele arranhar. Nem sempre eles usam os arranhadores escolhidos por nós. É possível impedir que seu gato arranhe seu sofá preferido – coloque fita dupla face na região do sofá escolhida e posicione um arranhador bem ao lado. Existem vários tipos de arranhador (poste, de papelão, plano etc).

Não é necessário morar numa casa grande para ter animais de estimação. O fundamental é oferecermos uma vida segura e divertida para nossos queridos peludos!


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato