Medo de Fogos e Bombas

fogos brasil
  1. denise stelman says:

    nao encontrei neste site conformi ouvi no ultimo programa do dia 09.12.11 como usar a tecnica para nao deixar minha Bia(cadelinha daschhund) a nao sentir tanto medo como os fogos de fim de ano. Abraços e parabéns pelo programa, sempre são ótimos e tem ótimas dicas

  2. Rita Ericson says:

    Olá Denise,
    Leia o texto http://www.bichosaudavel.com/medo-de-fogos-e-bombas/ e viste a pagina no facebook para maiores detalhes sobre o colete (https://www.facebook.com/bichosaudavel)
    Abraço
    Rita Ericson

  3. Bianca says:

    Ola…ganhei um cocker que ja tem quatro anos de idade, os donos nao tinham como cuidar, eles me deram o caozinho doente, chegou aqui na minha casa com os olhos vermelhos e vomitando a agua que bebia…levei na emergencia, fez varios exames…e foi constatado uma infeccao..o vet receitou: all cort 20, omeprazol, duotril e um colirio chamdo tobradex, todos durante dez dias, o vomito passou mais o olho continua vermelho, nao como antes, mas continua… Ontem ele foi tomar banho no pet, e voltou com o olho vermelhao…tenho desconfianca que foi do perfume que colocaram nele…enfim…depois que terminar o tratamento ele vai refazer os exames pra ver se esta tudo ok…gostaria de saber oq vc me diz sobre esse olho vermelho…estou mto preocupada…
    Dsde ja obrigada e parabens pelo site, mto informativo e mto bem elaborado….parabens!!!

  4. Rita Ericson says:

    Olá Bianca,
    obrigada pelo elogio, eu adoro meu trabalho!
    Divulgue para seus amigos!
    É difícil opinar sem examinar seu animal.
    Eu não gosto de usar perfume em animais, não só pelo risco de irritação, também para não interferir no olfato deles.
    Você ainda está usando a medicação no olho?
    Mande noticias.
    Abraço
    Rita Ericson

  5. Bianca says:

    Ola Rita, obrigada por ter respondido..pod deixar que divulgarei o site sim!

    Atualmente so estou usando o All cort e o duotril..fatam dois dias oara teminar o tratamento…o colirio nao estou mais usandone o olhinho continua vermelho…percebi tbm que quando ele vai passear, corre, ou tem algum outro tipo de esforco, o olho fica mais vemelho…

    Já li diversos artigos, sobr gripe, cinomose, cada vez fico mais preocupada…entretanto, nos exames que foram realizados..a unica coisa que constou foi essa infeccao…ele fez tbm o exame do olho de cinomose, que deu negativo…
    Enfim…vou aguardar o temino do tratamento para que ele refazer os exames e ver se melhorou…muito obrigada!
    Abraco

Faça sua pergunta!

A maioria dos cães sofre quando estouram fogos.

Pode ser em época de jogos de futebol, no réveillon, nas festas juninas e até mesmo quando tem tempestade com trovões.

Um dos motivos, é o fato da audição dos cães ser mais sensível que a humana. Eles alcançam uma frequência maior que a nossa:

Homem – 20 Hz a 20 Khz

Cão  – 20 Hz a 40 Khz

Isto significa que eles escutam sons inaudíveis para nós.

A falta da consciência também influencia muito. Quando escutamos o barulho de uma bomba, podemos até levar um susto, mas sabemos que foi alguém que produziu aquele som, pra a se divertir.

Para os cães, além de ser um som muito forte e alto, é uma surpresa. Eles não sabem a origem e podem confundir com o som de uma catástrofe natural como um terremoto, um desabamento. Quem não se lembra dos animais fugindo da Tsunami minutos antes dela acontecer?

Nós podemos e devemos ajudá-los.

Existe tratamento, e o ideal é a dessensibilização.

Isto significa expor o animal ao som, gradualmente enquanto ele se diverte. Se for bem feito, o cão pode ficar curado e não mais apresentar os sinais de pânico. Peça ajuda ao seu veterinário, existem CDs com este programa de dessensibilização (http://www.bitcao.com.br/index.php?PUID=BSD)

Mas estamos às vésperas da Copa das Confederações… não dá para curá-lo a tempo, mas podemos ao menos amenizar o sofrimento.

Se o seu animal apresenta sinais de pânico, procura se esconder e até mesmo “atravessar” paredes quando os fogos começam, procure seu veterinário e converse sobre a possibilidade de medicá-lo.

Se a família vai ficar em casa, evite consolar o cão quando ele demonstrar desespero. Tente distraí-lo com uma brincadeira, por exemplo. As palavras e gestos carinhosos que usamos para confortar um cão pode confundi-lo. Ele pode achar que estamos elogiando aquele comportamento medroso, fóbico.

Alguns animais ficam completamente “dominados” pelo medo e chega a ser impossível desviar a atenção deles para outra atividade.

Neste caso, deixe seu cão no local preferido da casa, de preferência com uma peça de roupa sua usada perto dele. Ligue o som (alto), com uma música suave, feche as janelas e ligue o ar condicionado ou ventilador na modalidade mais barulhenta. Ofereça brinquedos interativos (existem vários tipos para rechear com petiscos, por exemplo) e não se despeça, se for sair.

Essas medidas não vão livrá-lo do medo, mas podem ajudar.

Boa sorte Brasil!!!

(mas evite soltar fogos! os medrosos agradecem!)


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato