O Dia Ideal do Cão

Coco de Cris Duarte
  1. Gustavo says:

    Olá Dra. Rita,

    Tenho uma cadela Shitzu de 4 anos que morre de medo de fogos de artifício e trovão. Gostaria de saber se existe algum treinamento para que ela enfrente esses barulhos com naturalidade. Ouvi dizer que existe um cd gravado com musica e trovão que poderia resolver o problema. Isso é verdade? Em caso afirmativo, você saberia aonde posso encontrar o tal CD?

  2. Rita Ericson says:

    Olá Gustavo,

    leia o post: http://www.bichosaudavel.com/medo-de-fogos-e-bombas/
    Se restarem duvidas, entre em contato.
    abraço
    Rita Ericson

  3. Lucia Barros says:

    Olá, dra. Rita:
    Passeio levando meu cachorro na bolsa de transporte – vacinação ainda incompleta – e a cachorra que pertence a minha irmã, na coleira. Acontece que levá-la junto está se tornando uma agonia pois a quantidade de cães abandonados na rua é enorme e quando a avistam, eles vem correndo, alguns são mais amistosos e outros não. Fico nervosíssima, temendo pela vida da cachorra. E fico imaginando quando o Feijão começar a passear andando por si próprio. Dizem que cães machos não se toleram e os daqui, onde eu moro, são terríveis. Alguns chegam a me seguir quando sentem o cheiro do Feijão mesmo estando na bolsa de transporte e sem a companhia da cachorra.
    E é um custo para livrar-me do “insistente” seguidor!!!!!
    Alguns chegam a rosnar…fico morta de medo…
    Existe alguma técnica para ajudar nesse caso?
    Agradeço imensamente.
    Bjs,
    Lucia Barros

  4. Rita Ericson says:

    Olá Lucia,

    existem alguns produtos que produzem barulhos estranhos e você poderia usar para afastá-los (exemplo: PetCorrector – http://www.bitcao.com.br/index.php?PUID=BSD)
    Também é possível fazer 1 som esquisito com a boca, como um chiado ou assobio alto.
    Você deve observar e tomar cuidado para este barulho não assuste os seus cães também.
    Abraço
    Rita Ericson

  5. Olá Dra. Rita, boa noite!
    Comprei uma cachorrinha da raça Spitz, porém ela já estava com 6 meses. Estou com ela em casa já fazem 2 semanas, e estou com duas dficuldades.
    Ja consegui trocar a ração dela, mas como ela estava com verme e comendo coco, estou dando um medicamento naquelas canes de sache, mas ela esta me dando um trabalhao pra comer a racao agora, antes de conhecer a carne, ela comia sem problemas, mas agora ela olha pra mim, achando que sou carne. Estou preocupada, pq logo acaba o remedio e nao quero mais ter q dar essas carnes pra ela, o que faço?
    E estou tendo dificuldades em educa-lá para fazer as necessidades no local adequado, primeiro tentei o jornal, ela comia o jornal mas fazia perto, depois tentei aqueles banheiros caninos de plástico, ela se assustou ao subir e passou a fazer longe do lugar e por ultimo o tapete higiênico, mas também não deu certo, ela come o tapete. Agora voltei pro jornal de novo, mas como jornal o tempo td e td vez q faz no jornal eu dou recompensa (o q é outro problema, pq ela quer td hora, ja sabe ate onde fica guardado). E em todos esses casos eu pinguei aquele liquido atrativo. Não sei se estou com dificuldade por ela já estar 6 meses, ou se por ela antes de vir para minha casa ter ficado o tempo todo em um espaço muito pequeno do canil.
    Portanto gostaria de saber se ainda existe como ela aprender essas boas maneiras.
    É bem difícil resistir a carinha q faz qdo quer comer o petisco ou a carne, e como nao sei a quantidade adequada para ela fico com mta pena, por favor me ajude?

    Ela pesa 2,100k.

    Mto, mto obrigada.

  6. Rita Ericson says:

    Olá Áurea,

    não desanime!
    Tanto a educação alimentar quanto o aprendizado do “banheiro” são totalmente possíveis.
    Leia os textos:
    http://www.bichosaudavel.com/meu-cao-nao-quer-comer/
    http://www.bichosaudavel.com/como-ensinar-seu-filhote-a-fazer-xixi-e-coco-no-local-certo/
    Siga as recomendações do texto e mande noticias,
    abraço
    Rita Ericson
    ps- varie o local que você guarda os petiscos!
    resista a carinha de “tadinha”…

Faça sua pergunta!

Se o seu cachorro (ou cadela) pudesse te dizer como seria o dia perfeito, como você acha que seria?

Muitas vezes o que acreditamos ser o melhor para eles é uma adaptação do que nós gostaríamos.

Cães são muito diferentes dos humanos, apesar de nos amarmos tanto.

As atividades favoritas são:

  • Brincar – os cães amam brincar. Você pode estimular seu cão física e mentalmente através de brincadeiras. Cães preferem brincar acompanhados do que sozinhos, mas quando você não puder estar junto, ofereça brinquedos interativos – existem poucas opções nas petshops, mas neste site (seguro, eu garanto) existem diferentes modelos para todos os tipos de cães: http://www.bitcao.com.br/index.php?PUID=BSD. Outra boa opção é marcar com outros donos de cães um encontro numa praça, parque ou na rua para os cães brincarem. Cães que brincam e tem uma rotina animada tendem a dormir durante a noite. Quando eles não tem nada para fazer durante o dia, eles dormem muito e na hora que chegamos (cansados) do trabalho, eles precisam brincar. Os cães precisam se exercitar.
  • Dormir – os cães dormem muito mais que nós, humanos. Uma média de 16 a 18 horas por dia! A diferença é que o sono deles é muito leve, eles acordam várias vezes (exceto os filhotes que dormem pesado!). Um cachorro sem atividades dorme muito mais que um cão “ocupado”, e é triste dizer, mas muitas vezes dormem por tédio.
  • Água e Alimentação – os cães gostam de água fresca e limpa, à vontade. Ofereça um pote limpo e troque a água constantemente (mínimo 1 vez ao dia). Existem 2 tipos de bebedouros para o cão lamber a água: um deles se adapta à torneira e a água sai fresca e à vontade o tempo todo (melhor para cães grandes) e o outro é uma garrafa pet invertida com um “bico” – ideal para cães pequenos e peludos ( a barba e o bigode não ficam tão molhados) – ambos disponíveis em http://www.bitcao.com.br/index.php?PUID=BSD.                                                  Os cães gostam de comer 2 vezes ao dia (os filhotes precisam se alimentar de 3 a 4 vezes/dia), embora alguns comam em dias alternados (!). Este é um dos assuntos mais acessados aqui no bichosaudavel e uma das questões mais recorrentes na minha prática clinica: os hábitos alimentares dos cães são MUITO diferentes dos nossos. Nós humanos, temos muita dificuldade em aceitar os longos intervalos e jejuns dos cães. Para saber mais, leia http://www.bichosaudavel.com/meu-cao-nao-quer-comer/
  • Fezes e Urina – os cães adultos adorariam poder evacuar e/ou defecar a cada 8 horas. A maioria deles é capaz de aprender e segurar por mais tempo, mas se tiverem a oportunidade de sair para passear ou se tiverem um “banheiro” em casa, vão preferir se aliviar a cada 6 a 8 horas. Os filhotes precisam de intervalos menores, principalmente se estiverem na fase de se adaptar a só evacuar e urinar na rua.
  • Conforto – os cachorros gostam de ambientes limpos e com temperatura amena – nem muito quente, nem muito fria. A maioria prefere viver do lado de dentro das casas ou circular por todo o apartamento, sempre perto de nós, mas muitos são felizes do lado de fora ou com o espaço restrito. Se o seu cão vive do lado de fora, ele precisa de um abrigo do frio e da chuva e de sombra disponíveis. Na maioria das vezes, os cães grandes não gostam muito de camas e colchões e os pequenos adoram as camnhas e acolchoados (mas é claro que existem exceções!).
  • Presença do Companheiro Humano – acredito ser o momento favorito de todo cão, basta ficar ao nosso lado, mas se estivermos fazendo carinho, escovando, agarrando, falando ou simplesmente olhando para o cão, é o momento de realização completa.
É compreensível que a maioria das pessoas trabalham muito e não tem tempo para dedicar aos seus cães, mas os cães precisam de dedicação! Considere a possibilidade de levar seu cão para casa de algum amigo ou familiar se você não puder passear e brincar com seu cachorro. Algumas cidades oferecem serviços de “creche” para cães com diversas atividades, brincadeiras e passeios – eles adoram!
Se você ainda não tem um cão e está refletindo sobre o assunto, saiba que se você não tem tempo disponível, talvez seja melhor pensar em outro animal de estimação.

Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato