Quem convive com cães conhece bem este comportamento: os cachorros se encontram na rua e imediatamente rodam, se posicionam e cheiram o bumbum do outro!

Nós humanos, ficamos constrangidos e até tentamos impedir, mas não devíamos!

Este é o cumprimento normal dos cães!

Nós apertamos a mão ou até mesmo damos beijos na face do outro, talvez os cães achem muito estranho…imaginem se eles tentassem nos interromper!?

A capacidade olfativa dos cães é muito maior que a humana (mais de mil vezes melhor!) e a comunicação canina ocorre principalmente através do olfato.

Eles são capazes de perceber através do olfato se o outro cachorro está estressado, com medo, relaxado, descobrir o sexo, se a fêmea está no cio e até mesmo a dieta que ele come.

Isto só é possível porque os cachorros (gatos também) possuem glândulas ad-anais (uma de cada lado do ânus) que produzem uma secreção fétida (chamo carinhosamente de “bacalhau”!) capaz de informar dados sobre a identidade do animal.

Esta secreção também pode ser expelida quando o animal está com medo ou realiza uma contração muito forte do ânus.

Eu não recomendo que estas glândulas sejam “esvaziadas” frequentemente (algumas pet shops incluem este serviço no banho), pois a tendência é produzirem mais secreção e sentirmos o cheirinho de bacalhau mais frequentemente.

Se houver uma feridinha ao lado do ânus, pode ser que esta glândula esteja infeccionada. As vezes pode surgir uma fístula para drenar o conteúdo. Neste caso, leve seu animal para atendimento veterinário.

Mas e se o seu cachorro também cheira as partes íntimas de humanos?

O que isto significa?

Basicamente que ele é um cachorro, se comportando como tal, tentando captar informações sobre esta pessoa.

O constrangimento é natural e podemos evitá-lo!

O adestramento básico é a principal ferramenta: um cão capaz de “sentar e ficar” quando encontra pessoas “novas” conseguirá controlar seu instinto natural canino de conhecê-las melhor!

Se você é a pessoa “cheirada”, considere 3 opções:

  • não se aborreça, este comportamento é normal nos cães e não deve durar mais que poucos segundos
  • se afaste ou retire o cão gentilmente do seu lado
  • converse com o tutor do cão, explicando que você está incomodado com este comportamento

 


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato