petiscos
Os cães adoram ganhar petiscos e nós adoramos dar, não é mesmo?

Mas você sabia que se o seu cão “trabalhar” para ganhar este petisco ele vai ficar mais feliz ainda?

Uma pesquisa da Swedish University of Agricultural Sciences provou que os cachorros ficavam muito mais animados, abanando mais o rabo e mais ativos quando este petisco era oferecido como “pagamento”, quando os cães trabalhavam e mereciam recebê-lo, ao invés de simplesmente ganhar “de graça”.

Todos gostamos de completar uma difícil tarefa e alcançar um objetivo.

Sentimos orgulho e satisfação e uma grande sensação de bem estar.

Os cães também!

Tarefas simples, como sentar, deitar, dar a patinha devem ser executadas antes do seu cão receber um prêmio.

Outra maneira muito fácil e prática de estimular seu cão, é pedir para ele executar alguma tarfea, algum comando antes de alimentá-lo, colocar a coleira para passear, jogar uma bola…desta maneira ele aprende a prestar atenção em você e a controlar a ansiedade – muito comum nos cães!

Mas é importante tomar cuidado com o tipo de petisco oferecido.

Se o seu animal apresenta alguma restrição alimentar (alergias, doença renal, diabetes etc) converse com o/a vet. dele e peça orientação.

Se ele estiver acima do peso também é importante escolher opções com poucas calorias. (Clique aqui para saber mais)

Eu recomendo oferecer pequenos pedaços (mínimos mesmo, do tamanho da unha do seu dedo mindinho) várias vezes ao invés de entregar um pedaço grande, uma vez só.

O cão fica feliz em ser premiado e engole o pedaço em 1 segundo!

Vale mais a pena partir o alimento em pequenos pedaços e se dedicar mais tempo a treiná-lo e agradá-lo do que oferecer um pedaço grande, uma vez só.

Existem muitas opções de petiscos nas petshops, algumas mais naturais outras repletas de corantes!

Os animais têm preferências, assim como nós! Alguns amam os biscoitos crocantes e doces, tipo biscoito de maizena, outros preferem os mais macios e com sabor mais salgado.

Existem várias receitas, fáceis de fazer em casa, fora a opção de oferecer frutas, legumes, entre outras (clique aqui para algumas receitas).

Diversifique, experimente!

Leia mais →
cao fone de ouvido

Assim como para nós humanos, a música pode exercer efeito calmante nos animais.

Os cães podem ficar nervosos e ansiosos por diferentes motivos, como:

  • ficar sozinho em casa (para saber mais, clique aqui)
  • visitas ou obra em casa
  • andar de carro (para saber mais, clique aqui)
  • medo de barulhos – fogos, tiros, trovões (para saber mais, clique aqui)

As manifestações desta ansiedade são muito variadas:

  • destruição de objetos, móveis, paredes
  • fezes e urina em locais não apropriados
  • vômitos
  • se lamber, morder e até arrancar pelos
  • latir ou uivar exageradamente

É claro que devemos avaliar cada situação de maneira individual e única, mas sempre podemos ajudar.

Alguns animais podem precisar de atendimento especializado e alguns chegam a tomar medicamentos para controlar a ansiedade e o medo.

O tratamento costuma envolver várias modificações na rotina do animal e da família, nem sempre fáceis de realizar.

Mas todas as medidas que pudermos tomar, são sempre bem vindas!

É muito comum ouvirmos que deixar a TV ou rádio ligados pode deixar os cães mais calmos. Mas nem sempre é verdade!

Imagine se no meio da programação começa um filme com explosões?

Dependendo dos sons emitidos, o estresse pode até piorar.

Mas algumas músicas podem ajudar muito!

Nem toda música clássica é calmante, mas há alguns anos já se utiliza o som da harpa para acalmar cães, gatos, chimpanzés entre outros animais.

Seria muito legal se os abrigos, canis e até o compartimento para animais nos aviões fossem equipados com caixas de som e delas saíssem música para cães!

 

Este tipo de música foi desenvolvida especialmente para acalmar cães, usando o repertório de Bach, Beethoven, Brahms entre outros. A diferença é que a dinâmica é calma, do início ao final da música.

O compositor e produtor Tom Nazziola fez uma coleção maravilhosa que acalma nossos bichos e nos acalma também!

Podemos usar a música para ouvir em casa, quando saímos, nas viagens de carro, em situações estressantes e sempre que precisarmos.

 

 

Vale a pena experimentar!

http://www.musicmypet.com/

Leia mais →
emocoes

Escute aqui a minha participação no Programa Hora do Blush, com Isabella Saes no dia 10 de novembro de 2010.

Os assuntos foram  as “Emoções” dos cães e gatos.

Clique no Play de cada bloco para ouvir o programa na íntegra.

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato