abanar o rabo

Acredito que a resposta mais comum seja: porque ele está feliz!

Mas nem sempre é assim…a posição e os movimentos da cauda dos cães fazem parte de um complexo sistema de linguagem corporal.

Um cão abanando o rabo está exibindo excitação e agitação.

Este comportamento pode ser amigável, um convite para brincadeiras ou um aviso: afaste-se!

Depende muito da linguagem corporal exibida pelo cão, como um todo.

É comum observarmos cães que enquanto rosnam, balançam a cauda.

É preciso observar a posição das orelhas, a expressão facial, o corpo todo antes de ter certeza que ele está feliz.

Os movimentos da cauda podem nos dar muitas informações sobre o estado emocional de um cão:

  • quando a o rabo está alto e se movimentando para trás – geralmente o cão está se sentindo muito bem
  • quando a cauda está horizontal ao chão – indica que o cachorro está muito interessado em alguma coisa (como a posição clássica dos caçadores, um rabo de seta!)
  • quando a cauda está baixa, quase dobrada -indica que o cão está com medo ou submisso
  • se estiver baixa e abanando – indica insegurança e preocupação (afaste-se, deixe-o em paz)
  • uma cauda rígida, se movimentando da posição horizontal para a vertical – indica que ele está se sentindo ameaçado ou desafiado

A cauda também exerce um papel importante na comunicação entre os cães.

Toda vez que seu cachorro abana o rabo, ele funciona como um ventilador, espalhando o cheiro natural deste cão, ao seu redor.

Nós humanos, não somos capazes de detectar este cheiro como os cães detectam.

As glândulas adanais (ao lado do ânus) secretam uma secreção (MUITO fedorenta) que funciona como a nossa impressão digital – cada cachorro tem seu cheiro!

Os cães poderosos, dominantes, costumam deixar sua cauda bem alta para que seu cheiro se espalhe e alcance todos os outros cães ao seu redor. Enquanto os cachorros timidos e assustados, costumam manter a cauda entre as pernas, para que ninguém sinta seu cheiro, nem preste atenção nele.

A cauda também exerce uma função de contrapeso, para ajudar no equilíbrio, quando o cachorro está saltando, escalando ou correndo em locais estreitos e com trajeto difícil.

Os cães nadadores também usam a cauda como um leme, facilitando o movimento das curvas.

As raças que vivem em locais frios, costumam ter caudas muito peludas para quando deitarem enroladinhas, protegerem a face do frio.

Uma curiosidade: a cauda serve para comunicação, logo não é usada quando o cão está sozinho!

Estudos mostram que se um cão receber um prato de comida de uma pessoa, ele abanará o rabo, mas se ele encontrar o mesmo prato, sem ninguém por perto, ele não abana a cauda!

Estas informações servem como um reforço: NÃO CORTE A CAUDA DOS CÃES!

Além de todas estas funções de comunicação e equilíbrio, a cauda é a parte final da coluna de um cão!

Atualmente esta cirurgia é proibida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária, no Brasil.

Para saber mais, clique aqui.

 

Leia mais →
Doberman_Pinschers

Há alguns anos atrás, muitos cães de diferentes raças (boxer, schnauzer, doberman, por ex) eram submetidos a estes procedimentos cirúrgicos, rotineiramente.

O objetivo das cirurgias era exclusivamente estético e este padrão não é mais exigido pelos juízes de competição de beleza canina.

Hoje em dia, muitos veterinários não realizam mais estas cirurgias.

Conchectomia (Corte de Orelha)

Atualmente é proibido pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

A cirurgia era realizada em filhotes entre 8 e 12 semanas de vida (as vezes até antes). O pós- cirúrgico era extremamente trabalhoso e muitas vezes doloroso. Eram necessários curativos regulares,  durante várias semanas para atingir o objetivo – orelhas eretas. E o pior é que nem sempre o resultado final atingia as expectativas e as orelhas ficavam com o aspecto de “quebradas”.

 

boxer orelha cortada

boxer com as orelhas cortadas

boxer sem as orelhas cortadas

boxer sem as orelhas cortadas

 

 

 

 

 

 

 

Caudectomia (Corte de Cauda)

A cauda é  parte do animal e serve para o cahorro se comunicar e expressar diversas emoções. Não existe nenhuma indicação médica para esta cirurgia – a não ser que haja um tumor, por exemplo.

Há casos de corte de cauda com o filhote recém nascido, em casa, sem anestesia e sem nehum cuidado de assepsia. Este procedimento oferece risco de infecção e muitas vezes o resultado é desastroso e requer  outra cirurgia corretiva.

As raças que estamos habituados a ver de caudas cortadas, ficam lindas de cauda longa. É uma questão de costume. Por qual motivo se acha uma cauda grossa longa de rottweiler estranha e a do labrador linda? PURO COSTUME!  E o poodle? Esquisito de cauda longa? Pense no bichon frisé, parecidíssimo com o poodle e de cauda longa. PURA IMPLICÂNCIA!

Rottweiller com a cauda longa

Rottweiller com a cauda longa

 Bichon Frisé cauda longa

Bichon Frisé com a cauda longa

 

Você acha justo realizar uma cirurgia com objetivo exclusivamente estético num animal?

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato