unha

Será que dói? Vai sangrar?

Realmente não é fácil cortar as unhas de cães e gatos sem tomar algumas precauções.

A maioria dos cães detesta manipulações nas patas, é um ato de muita “entrega”. É preciso que o animal tenha uma relação de muita confiança com quem o manipula ou estar totalmente dominado, contido.

Na clínica ou na petshop, além da experiência de quem corta, o animal fica em cima de uma mesa, se for necessário utilizamos uma mordaça (gatos também usam!!) e o trabalho é realizado com mais segurança.

O problema é o estresse. Os gatos detestam sair de casa.  Os cães gostam, mas preferem ir passear…passeio para ir à clínica…nem sempre.

O que fazer?

O ideal é desde filhote acostumar seu animal às manipulações. Associe sensações prazerosas, como brincadeiras e petiscos e ao mesmo tempo mexa na boca, nas patas, orelhas e elogie enquanto ele permitir. Quando ele começar a reclamar, pare a manipulação e “mude de assunto”.

É preciso ser persistente e ter paciência. Apresente o cortador de unhas, deixe-o cheirar, lamber e lembre-se de oferecer 1 petisco. Depois de algumas repetições, comece a cortar, só a pontinha sem atingir o vaso sanguíneo que pode sangrar bastante se for cortado. Se a unha for preta não dá para visualizar a área ideal de corte. Neste caso, aprenda com um profissional aonde é o limite.

Tenha sempre um produto para estancar o sangramento, como um pó hemostático e use se necessário. Eles estão disponíveis nas pet shops . Em caso de emergência, experimente colocar farinha, “emassar” o local com sabonete ou até mesmo uma gota de cola rápida, mas CUIDADO!

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato