giardiase-zoetis

A giardíase é uma doença causada pelo protozoário Giardia lamblia e pode ser transmitida do animal para o homem e vice-versa, e por isso é considerada uma zoonose pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Nós podemos nos contaminar quando ingerimos água ou alimentos contaminados pelos cistos (“ovos”) do protozoário. Os cães também se contaminam da mesma forma, sendo que nos locais frequentados por muitos cachorros os casos de recontaminação são frequentes devido à dificuldade de remover os cistos (“ovos”) do ambiente.

Os cistos também podem ser encontrados nos pelos dos animais.

A giardíase é uma doença bastante comum, mas pouco conhecida pelas famílias que possuem cães.

Seus sintomas mais frequentes são:

  • diarreia, fezes pastosas e fétidas
  • vômitos
  • dor abdominal
  • desidratação e perda de peso

Por conta destes sintomas, a infecção pode ser facilmente confundida com outras doenças intestinais e tratada de maneira incorreta.

Para saber mais sobre fezes pastosas e diarreia, clique aqui.

Por isso, é fundamental identificá-la e, acima de tudo, prevení-la.

A vacinação é uma opção segura e eficaz para proteger seu cão da giardíase.

O tratamentos é simples, mas as reinfecções são frequentes, pois os protozoários eliminados nas fezes podem contaminar novamente o ambiente e causar nova infecção.

Alguns cães, mesmo infectados, não apresentam qualquer sintoma, mas continuam eliminando os cistos (“ovos”) no ambiente podendo infectar crianças, adultos e outros animais.

A Zoetis disponibiliza a vacina Giardiavax, única no mercado brasileiro para evitar a giardíase em cães. Administrada em duas doses na primeira vacinação e em dose única anual para animais já vacinados, GiardiaVax é indicada para cães saudáveis a partir de oito semanas de idade, com intervalo de duas a quatro semanas entre as doses. A proteção é ocorre 15 dias após a aplicação da segunda dose da vacina.

Também é importante caprichar na limpeza dos locais em que o cão mora ou frequenta.

Contaminação em humanos

Estudos científicos revelam que uma em cada cinco crianças brasileiras em fase pré-escolar (de 2 a 6 anos) apresentam infecção por giardíase. Em creches, a frequência da doença chega a atingir mais da metade das crianças, devido ao uso de água não fervida e não filtrada (Scalia LA, Fava NM, Soares RM et al. Multilocus genotyping of Giardia duodenalis in Brazilian children. Trans R Soc Trop Med Hyg., 110(6):343-349, 2016).

A lavagem das mãos apenas com água não é suficiente e é um fator de risco para a contaminação. Vale lembrar que os cistos(“ovos”) de Giardia e de outros parasitas podem ser encontrados em águas de esgoto, tanto tratado como não tratado.

Pensando na saúde pública, a Zoetis desenvolveu um vídeo sobre a doença, explicando a transmissão e os cuidados importantes para prevenção.

Assista o vídeo:

Vamos proteger toda nossa família!

As informações deste folheto abaixo são muito claras e úteis!

i-Pad take-one – GiardiaVax (proprietário) (1)

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato