halloween cao e gato

Todos nós já vimos algum cachorro fantasiado, de roupinha, óculos ou chapéu.

O que você acha? Fofinho? Engraçado? Ridículo?

Será que o animal está gostando?

Somos todos diferentes e os animais também.

Há os que gostam, aqueles que nem se incomodam, outros que detestam, fazem de tudo para se livrar do adereço e aqueles que se transformam em estátuas, ficam imóveis.

O mais importante é respeitar seu animal.

Se ele não se incomoda ou parece gostar, certifique-se que a fantasia é segura. Ela não pode soltar pedaços de tecido ou botões que podem ser engolidos e causar uma obstrução gástrica ou intestinal.

O tecido também não pode ser muito quente e a fantasia não deve estar apertada – deve caber 2 ou 3 dedos entre ela e o corpo do animal.

Eu confesso que não gosto muito,  os animais ficam mais leves e confortáveis sem nada (já bastam os pelos!). Mas é claro que um adereço na cabeça ou no pescoço podem deixar o cão até prosa da sua beleza!

No caso dos gatos, esqueça! Eles possuem a sensação tátil muito desenvolvida e não suportam nada sobre o corpo. Já passei por algumas situações em que o gato ficava absolutamente imóvel ou desconfortável rodando, pulando, andando de ré até que alguém retirasse a roupa (cirúrgica ou de inverno) para tudo voltar ao normal.

São raros os gatos que aceitam ser vestir uma roupa ou acessório sem incômodo.

Aquela clássica imagem do “gato arrepiado” com as costas arqueadas, costuma acompanhar uma bruxa e enfeitar as festas de Halloween, mas por quê? gato costas arqueadas

Os gatos  assumem esta postura por 2 diferentes motivos:

  • Quando eles encontram uma possível ameaça ou levam um susto, eles arqueiam as costas e arrepiam os pelos para parecerem maiores!
  • Para se alongar! A coluna dos gatos contém mais de 50 vértebras (o dobro dos humanos) e é muito flexível. Eles precisam se manter em forma, relaxados e alongados para executar todos os movimentos do dia-dia felino. Preste atenção no seu gato quando acorda – ele costuma esticar as patas dianteiras para frente e levantar a cauda. Em seguida ele arqueia as costas.

Ah! Não se esqueça que os cães e gatos não devem comer doces e chocolates!

Veja aqui um vídeo com várias fantasias de : Halloween

Leia mais →
gato costas arqueadas

Aquela clássica imagem do “gato arrepiado” com as costas arquedas, costuma acompanhar uma bruxa e enfeitar as festas de Halloween, mas por quê?

Os gatos  assumem esta postura por 2 diferentes motivos:

  • Quando eles encontram uma possível ameaça ou levam um susto, eles arqueiam as costas e arrepiam os pelos para parecerem maiores!
  • Para se alongar! A coluna dos gatos contém mais de 50 vertebras (o dobro dos humanos) e é muito flexível. Eles precisam se manter em forma, relaxados e alongados para executar todos os movimentos do dia-dia felino. Preste atenção no seu gato quando acorda – ele costuma esticar as patas dianteiras para frente e levantar a cauda. Em seguida ele arqueia as costas.

As fantasias de Halloween são muito criativas e engraçadas, mas nem todo animal gosta de se fantasiar.

Alguns cachorros estão acostumados e até parecem curtir a brincadeira, mas preste atenção às reações do seu animal.

Se ele ficar agitado, tentando tirar a fantasia, respeite-o.

As fantasias não devem ser muito apertadas, não devem conter pequenas partes fáceis de reitar com a boca (existe o risco de serem engolidas!) e também não devem ser muito quentes.

No caso dos gatos, esqueça! Eles possuem a sensação tátil muito desenvolvida e não suportam nada sobre o corpo.

Já passei por algumas situações em que o gato ficava absolutamente imóvel ou desconfortável rodando, pulando, “andando de ré” até que alguém retirasse a roupa (no caso era  a cirúrgica) para tudo voltar ao normal.

Ah! Não se esqueça que cães e gatos não devem comer doces e chocolates!

halloween cartaz

Estas Bruxinhas lindas são as cadelas da Cãomix da Alice e Companhia (facebook)

Para assitir um vídeo com muitos cachorros fantasiados, clique aqui.

Leia mais →
Nina Erica Mateus

Todos nós já vimos algum cachorro fantasiado, de roupinha ou de chapéu.

O que você acha? Fofinho? Engraçado? Ridículo?

Será que o animal está gostando?

Somos todos diferentes e os animais também.

Há os que gostam, aqueles que nem se incomodam, outros que detestam e fazem de tudo para retirar a fantasia ou até ficam paralisados e se transformam em estátuas.

O mais importante é respeitar seu animal.

Se ele parece gostar ou não se incomoda, certifique-se que a fantasia é segura. Ela não pode soltar pedaços de tecido ou botões. Eles podem ser engolidos e causar uma obstrução gástrica ou intestinal – emergência veterinária no Carnaval, nem pensar!

O tecido também não pode ser muito quente e a fantasia não deve estar apertada – deve caber 2 ou 3 dedos entre ela e o corpo do animal.

No caso dos gatos, esqueça! Eles possuem a sensação tátil muito desenvolvida e não suportam nada sobre o corpo. Já passei por algumas situações em que o gato usava uma roupa (cirúrgica ou de inverno) e ficava absolutamente imóvel ou desconfortável rodando, pulando, andando de ré até alguém retirar a roupa dele.

Eu confesso que não gosto muito,  eles ficam mais leves e confortáveis sem nada (já bastam os pelos neste calorão!).

Mas é claro que um adereço na cabeça ou no pescoço podem deixar o cão até prosa da sua beleza!

Se você e seu cão curtem o Carnaval fantasiados, divirtam-se!

Leia mais →
chiuaua

Clique no Play para ouvir o boletim veterinário no Programa da Isabella Saes, do dia 07/02/13.

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato