Happy-cat

Os gatos que vivem dentro de casa, sem acesso à rua, vivem mais e com mais segurança.

Os riscos de atropelamento, envenenamento, doenças infecciosas e acidentes é muito grande.

Sabemos que é fundamental ter tela nas janelas, para garantir a segurança dos gatos (para saber mais, clique aqui).

Mas viver sempre preso pode ser muito chato e sem graça.

Para saber mais sobre os prós e contras da vida livre x vida confinada, clique aqui.

Os gatos que não passeiam podem ficar entediados e apresentar problemas comportamentais como: urinar fora da caixa sanitária, destruição de móveis, vocalização excessiva (miar demais) e agressividade entre outros.

O ideal é promover um ambiente rico em estímulos para seu gato.

Algumas ideias:

  • janela com vista – coloque a cama do gato próximo à janela para ele acompanhar o movimento das folhas, pássaros e outros insetos.

    cama na janela

    cama na janela

  • chame os pássaros! – se necessário, instale comedouros e/ou bebedouros para pássaros, próximo à janela.
  • arranhadores – importante posicioná-lo aonde o gato gosta de ficar na casa, não adianta ficar na área de serviço… (saiba mais sobre arranhadores, aqui).
  • brinquedos – nem todo gato gosta do mesmo tipo. Experimente diferentes brinquedos até saber as preferências do seu gato. Uma bolinha de papel entretém a maioria dos gatos!
  • rodízio de brinquedos – não deixe todos disponíveis. Guarde alguns e de vez em quando, troque (saiba mais aqui).
  • crie um “refúgio” – os gatos precisam de um local aonde se sintam seguros quando recebemos visitas, se a casa está em obras etc. Uma prateleira vazia ou uma caixa de papelão são boas opções.
  • Catnip – esta erva deixa alguns gatos muito animados! (saiba mais aqui).
  • “Solário” – os gatos adoram pegar sol, é importante ter um espaço em casa, que bata sol.
  • Plante para seu gato – muitos gatos adoram comer plantas. Para que seja seguro, plante sementes em um vaso (saiba mais, clicando aqui)
  • Carinho e atenção – por mais amor que você sinta pelo seu gato, nem sempre é possível dar a atenção que ele precisa. Dedique-se à ele, pelo em 2 momentos no dia: escove-o (a escova deve ser macia), “converse”, faça carinho, brinque com ele.

Eu espero que seu gato seja feliz e se você achar que não, siga estas sugestões!

Leia mais →
lirio_da_paz

Quem tem bicho em casa sabe que de vez em quando eles adoram comer uma folhinha, uma flor ou um brotinho. Mas existem plantas comuns nas nossas casas que são extremamente tóxicas para cães e gatos.

A maioria das plantas tóxicas causa alterações gastrointestinais,
neurológicas e/ou cardiovasculares. As mais comuns são vulgarmente conhecidas como: ciclame, hera, lírio da paz, jiboia-prateada e cheflera,  sagu-de-jardim, mamona, amarílis, espirradeira, folha-de-veludo, tulipas, azaleia, maconha e teixo.

A ingestão do lírio, em gatos, pode resultar em doença renal grave.

O ideal é oferecer um vaso com grama ou erva-do-gato.

Também é possível plantar sementes (a venda nas petshops) para seu gato “pastar” sem risco de intoxicação.

Saiba mais, clicando aqui.

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato