gato sozinho

Muito se fala sobre as diferenças entre amantes de cães e amantes de gatos.

Existem até as expressões em inglês, “cat lover” e “dog lover”.

Ainda existe quem acredite que gatos são egoístas e interesseiros, mas sabemos que isto não passa de preconceito e desconhecimento.

Uma das vantagens em ter gatos e não cães, é a possibilidade de dedicar menos tempo a eles.

Atualmente, especialmente nas cidades grandes, ninguém tem tempo sobrando.

Os gatos não precisam sair para passear 2 ou 3 vezes ao dia. Ninguém precisa voltar correndo para casa para que seu gato possa fazer xixi…já alguns cães, só urinam e defecam na rua.

Se você sair do trabalho, emendar num cinema e depois jantar fora, sabe que seu gato estará bem em casa.

Mas esta característica não significa que seu gato pode ser ABANDONADO em casa.

Quanto tempo é seguro deixar um gato sozinho em casa?

Eu acredito que os gatos não devem ficar mais de 24 horas sozinhos. Talvez 36 horas, no máximo.

Mas segurança é diferente de qualidade de vida!

Mesmo que ele tenha água e alimento disponível, ele pode adoecer, sofree algum acidente e ninguém ver além de se sentir muito sozinho.

Algumas doenças podem agravar muito em pouco tempo. Um exemplo é a obstrução urinária, extremamente comum em gatos machos.

Uma intoxicação também pode ser muito grave e até fatal.

Se você precisar se ausentar por 2 dias, peça para alguém (parente, amigo, vizinho, porteiro, ou considere contratar um catsitter) checar se seu gato está bem, diariamente.

O ideal é que esta pessoa também escove (use sempre uma escova macia!), brinque e faça carinho no seu gato.

Neste caso não estamos considerando só segurança e saúde e sim nos preocupando com qualidade de vida.

Na rotina diária, os gatos suportam bem a solidão, mas é fundamental que ao chegarmos em casa, nos dediquemos aos nossos gatos.

Eu recomendo fortemente que as famílias que optam por ter gatos tenham 2 gatos!

E de preferência, que eles sejam irmãos ou aparentados e/ou convivam desde filhotes.

É impressionante como melhora a qualidade de vida de um animal,  ter um indivíduo da mesma espécie para interagir.

Mas a decisão de ter mais de um animal deve ser tomada com calma e planejamento.

Se você tem um gato só, mas pretende adquirir outro, tome alguns cuidados para introduzir um novo animal na sua casa.

Para saber mais sobre como fazer, clique aqui.

Como veterinária, já acompanhei historias terríveis, com finais tristes.

Uma vez, o pote de água virou em cima da vasilha de ração que foi deixada para o gato e ele ficou sem comer nem beber nada durante toda a ausência de sua família.

É claro que esta situação foi um acidente, mas acidentes acontecem…

É sempre melhor se programar e se prevenir do que se arrepender depois.

Clique aqui para assistir o episódio da webserie “Bichos!” sobre este assunto.

Leia mais →
Carregando..