animais e criança

Sim, existem doenças que são transmitidas dos animais para nós, e vice-versa.

São as zoonoses (leia mais aqui).

Mas esta transmissão não é muito frequente.

Se a pessoa estiver imunodeprimida ou em tratamento com drogas imunossupressoras, esta chance aumenta bastante.

A maioria das doenças infectocontagiosas são transmitidas somente entre indivíduos da mesma espécie.

Nós não pegamos a gripe dos nossos cães, nem eles pegam a nossa, por exemplo. Saiba mais sobre gripe canina, aqui.

Muitas viroses são transmitidas de cão para cão, mas não pegam em pessoas nem nos gatos.

Mas algumas doenças podem ser transmitidas dos animais para nós, tanto através do contato direto com secreções ou excreções, quanto através da ingestão de alimentos contaminados de origem animal.

  • verminoses – larva migrans cutânea (bicho geográfico) e visceral
  • raiva
  • leptospirose
  • micoses cutâneas
  • esporotricose
  • leishmaniose
  • criptococose
  • toxoplasmose

Precisamos tomar muito cuidado com informações imprecisas que podem levar algumas pessoas a tomarem medidas drásticas e cruéis, como o descarte de animais.

Antes de pensar em se desfazer do seu animal, leve-o para atendimento veterinário e se informe sobre a doença.

É muito importante saber quais são as doenças e entender seus sintomas para evitar a transmissão e se necessário, iniciar o tratamento o quanto antes.

A melhor maneira de evitar a contaminação é manter hábitos de higiene, sempre lavar as mãos após limpar fezes e urina dos animais e manter seus animais saudáveis e com a vacinação anual em dia.

Para saber mais detalhes sobre as zoonoses, clique aqui.

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato