Bravecto msd

Bravecto é um produto inovador e com várias facilidades e benefícios em relação aos oferecidos pelos produtos tópicos e orais atualmente disponíveis.
É muito seguro para os cães, inclusive para reprodutores, cadelas prenhas e em lactação e para os cães da raça Collie.

Como Bravecto é um comprimido (com sabor fígado!), você não precisa mais conter os animais para aplicar as pipetas nem precisa mais se preocupar se as crianças ou os outros pets da casa brincarem com o cão que acabou de receber o tratamento.

Também não há o risco de aplicar de forma errada nem de diminuir a eficácia do tratamento se o seu cão toma banhos ou se molha frequentemente, pois a eficácia de Bravecto não é afetada quando o cão entra em contato com a água.

Bravecto é um inseticida e acaricida, sistêmico com longa duração de ação, que promove eficácia imediata e persistente por 12 semanas contra carrapatos e pulgas.

BRAVECTO é composto por Fluralaner, um princípio ativo antiparasitário, que tem como alvo o sistema nervoso dos parasitas, causando hiperexcitação, paralisia e morte. Mas este efeito ocorre somente nos parasitas!

Ele não é tóxico para os cães, como a maioria dos inseticidas.

Para fazer efeito, os carrapatos e pulgas devem estar aderidos ao cão, e são eliminados em 12 e 8 horas, respectivamente.

Além disso, controla eficazmente as populações de pulgas no ambiente, nas áreas às quais o cão tem acesso e por este motivo deve ser utilizado como parte de uma estratégia de tratamento para a dermatite alérgica à picada de pulgas.

Para saber mais sobre pulgase carrapatos, clique aqui.

Atualmente é muito fácil encontrar informações sobre medicamentos veterinários na internet – principalmente nas redes sociais.

Infelizmente, muitas das informações divulgadas não são verdadeiras.

É fundamental checar os boatos para não tomar decisões equivocadas.

Conheça os fatos sobre BRAVECTO:

  • assim como todos os medicamentos da MSD, o BRAVECTO – passou por um rigoroso processo de aprovação regulatória. Sendo assim, 72 países ao redor do mundo revisaram os dados de pesquisa, provenientes de mais de 55 estudos de pesquisa clínica e, baseados nessa revisão, determinaram que ele é seguro e  aprovado se utilizado como recomendadado
  • Os incidentes negativos usando BRAVECTO não estão aumentando ! Com base no Relatório de Atualização Periódica de Segurança (Periodic Safety Update Report, PSUR) mais recente, o qual foi avaliado pela Agência de Medicamentos Europeia (órgão equivalente, na União Europeia, à Agência de Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA [Food and Drug Administration, FDA]), a incidência de todos os eventos adversos permanece categorizada como “rara”. Isso significa que os eventos adversos são relatados em uma taxa entre 1/10.000 (0,01%) e 1/1.000 (0,1%) doses administradas. Os eventos mais comuns relatados são indisposição gastrointestinal leve e transitória, os quais vêm descritos no rótulo do produto.
  • BRAVECTO é seguro para ser usado junto com outros medicamentos – em um estudo recente, BRAVECTO foi usado simultaneamente com outros medicamentos, como vacinas, preventivos de dirofilariose, antibióticos e esteroides. Não foram observadas reações adversas.
  • Os dados de pesquisa clínica e a análise de todos os eventos adversos até o momento não demonstram uma relação entre BRAVECTO e problemas renais, hepáticos ou câncer.

Fique tranquilo e ofereça 3 meses de proteção para seu cão!

Para saber mais sobre Bravecto, clique aqui.

 

Leia mais →
Guard-Dog-Benefits

Frequentemente me perguntam sobre este assunto.

Qual a melhor raça?

Como treinar um cão de guarda?

Eu não acredito que os cães de família devem ser treinados para ataque.

Existe uma diferença grande entre um cão que vigia, dá o alarme e um cão que ataca.

A maioria dos cães, independente da raça, do tamanho e do sexo exerce muito bem a função de vigia.

Basta o animal ser atento e latir! A família será alertada de algum perigo.

Se o cão for grande, certamente afastará os ladrões oportunistas, aqueles que se aproveitam de um portão baixo ou aberto.

Os cães para ataque precisam ser grandes, assustadores e ter força para deter um inimigo.

Mas se eles não forem muito bem socializados e treinados durante toda sua vida, podem se tornar uma ameaça.

Os cães da polícia, por exemplo, são criteriosamente selecionados, constantemente treinados e estão sempre acompanhados de seus treinadores profissionais.

A maioria das histórias graves, de acidentes com ataques de cães, ocorre com crianças, vizinhos e idosos.

Também devemos pensar que um ladrão que planejou o roubo, sabe que naquela casa tem um cão e provavelmente vai matá-lo ou machucá-lo.

Não podemos correr estes riscos.

Acredito que a melhor estratégia é realizar o treinamento básico com seu cão e ensiná-lo a parar de latir quando alguém da família já tiver sido avisado.

Os americanos costumam falar: “Thank You!” (obrigado), quando querem avisar ao cão que já estão sabendo que há alguém na porta de casa.

Desta maneira, resolvemos o problemas dos latidos em excesso (para saber mais clique aqui) e ensinamos nosso cão a nos avisar das possíveis ameaças.

Também acho interessante, para quem mora em casa, deixar o cão dormir dentro de casa e não no quintal.

Quando eles passam a noite no quintal, costumam latir para todos os gatos, gambás, pessoas que passam no portão, transformando a noite numa sinfonia de latidos.

Também fica mais fácil, envenenar este cachorro solto no jardim.

Se ele dormir dentro de casa, não vai latir para todos os estímulos externos, mas vai avisar se alguém quiser entrar, sem ser convidado.

Imagino que toda pessoa que gosta de cachorro se sinta mais seguro e bem acompanhado ao lado de um.

Independente de ser um chihuahua (uma ótima raça para alerta) ou um doberman.

A sensação de segurança e bem estar é complementada pela habilidade natural dos cães de dar o alerta.

Todo cachorro precisa ser socializado com crianças, visitas e funcionários.

Infelizmente, vivemos num país com regras frouxas, mas um acidente com cães é sempre responsabilidade de seus tutores.

É dever da família cuidar da saúde do cão e da segurança das pessoas que convivem com ele.

Deixar um cachorro preso durante o dia, sem contato com pessoas, para que ele fique ativo e alerta durante a noite não é recomendado para saúde dele e só aumenta as chances de acidentes.

Se você está precisando de segurança para seu patrimônio, contrate os serviços de uma boa empresa.

Mas se quiser um grande companheiro e um super alarme, desfrute da companhia de um cão!

 

ps- se você quiser um segurança para passear nas ruas perigosas, conheça esta focinheira russa que transforma seu cachorro num monstro assustador!

focinheira russamonstro focinheira russa

 

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato