Qual a Melhor Medicação para Cães e Gatos, Comprimido ou Líquido?

liquido comprimido
  1. VanOr says:

    Este post está aqui há séculos e eu esqueci de comentar (talvez já tenha falado contigo ou talvez você mesma tenha me dado essa dica, minha memória é apenas vaga, entonces nunca saberei): coração de galinha cozido (sem sal ou temperos) faz um excelente pill pocket, desde que o animal não esteja sob deita de restrição protéica.

    Outra coisa boa é que algumas farmácias de manipulação veterinária, como a Drogavet, já fazem, há algum tempo, medicamentos em biscoitos palatáveis ou em soluções orais sabor peixe, carne ou frango. É realmente desnecessário sofrer pra dar remédio pra bicho. 🙂 beijos, Van

Faça sua pergunta!

Esta é uma decisão que deve ser sempre tomada junto com o/a veterinário/a do seu animal.

Na maioria das vezes, a família sabe quais as opções mais fáceis para seu animal e hoje em dia ainda podemos manipular os medicamentos em diversas formas. Existem animais que tomam líquidos muito bem, outros que espumam, babam, cospem…e o pior é quando não sabemos ao certo se ele tomou ou não.

Outros animais comem qualquer coisa gostosa, mesmo que tenha um remédio amargo misturado.

Os mais seletivos, comem o alimento gostoso e deixam o comprimido no fundo do prato. Há ainda aqueles animais que escondem o comprimido e cospem num lugar bem escondido, um tempo depois.

Comprimido

1. Se a ideia é disfarçar o comprimido no alimento, tente primeiro dar 1 pedaço mínimo de algo que ele adora sem nada dentro. Dê 3 ou 4 pedacinhos e no último pedaço (e maior) disfarce o remédio. Mas lembre-se: prepare tudo antes para ele não te pegar no flagra disfarçando o remédio no alimento!

2. Ter jeito e coragem de colocar a medicação direto na boca do animal – meu preferido, nunca deixa dúvidas se o animal tomou ou não o remédio. Mas nem todos topam (gente e bicho!).

Os gatos costumam ser mais difíceis, para saber a melhor forma de lidar, clique aqui.

3. Amassar e misturar no alimento – dependendo das restrições e preferências alimentares do animal, funciona bem em lácteos como iogurte, requeijão…mas se ele perceber, faça como no tópico 1

4. “Pill pockets” – são um tipo de biscoito com espaço para ser recheado com o comprimido, a venda nas pet shops, indicado para cães que adoram uma novidade!

pill pockets

Líquido

1- Usar um conta-gotas, seringa ou até mesmo uma colher e dar diretamente para o animal tomar, se ele aceitar bem

  • nunca posicione seu cão ou gato como um neném, de barriga para cima, no seu colo
  • deixe-o em estação, isto é, com as 4 patas no chão, na mesa ou bancada
  • se for usar seringa, cuidado para não fazer um jato na garganta do animal, para não correr o risco dele aspirar o medicamento e fazer uma falsa via (medicamento vai para os pulmões) – por este motivo eu prefiro o conta-gotas

2- Disfarçar num alimento pastoso ou no caldo da ração úmida, se ele aceitar e sempre dependendo da restrição alimentar de cada animal

3. Em caso de florais ou pequenos volumes, podemos pingar na pele do gato, num local do corpo de fácil acesso com a língua que ele lamberá rapidamente, para se limpar!

Se estas opções ainda forem difíceis para você, existem farmácias de manipulação que formulam os medicamentos com sabores como sardinha, mortadela e até jujuba, pode ser uma boa alternativa!


Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato