fonte gato laranja

Quem tem gato já deve ter ouvido falar das doenças renais e da necessidade de garantir que eles bebam o máximo de líquido possível, certo?

É verdade, os gatos tendem a sofrer de problemas no sistema urinário e de fato devemos estimular que eles bebam muito líquido.

Um gato deve consumir idealmente entre 30 a 60 ml de água por kilo de peso, por dia.

Não é costume medir a quantidade que eles bebem e existe uma variação grande de acordo com a alimentação.

Mas porque os gatos bebem menos água do que deveriam?

Na natureza, os gatos fazem pequenas refeições, várias vezes ao dia.

São as presas que eles caçam –  insetos, pássaros, roedores e outros pequenos animais.

Estas presas têm o corpo constituído pricipalmente de água! Assim como nós humanos e os gatos.

Quando os gatos caçavam, grande parte da necessidade de ingerir líquidos era consumida na alimentação.

Provavelmente por este motivo, eles não têm o hábito de beber muita água.

Esta situação se agrava quando os gatos comem somente ração seca.

Por estes motivos nós precisamos oferecer e estimular que os gatos bebam o máximo possível.

Temos algumas estratégias para atingir nosso objetivo:

  • oferecer alimento úmido, todos os dias
  • gatos preferem água limpa, fresca e de prefrência, corrente! Considere oferecer uma fonte para seu(s) gato(s)
  • os potes transparentes permitem que eles tenham a certeza que a água está limpa
  • os potes de boca larga permitem que eles bebam água sem encostar os bigodes nas bordas
  • os potes cheios até a boca agradam bastante!
  • gatos podem ter medo ou não gostar de frequentar alguns cômodos da casa (perto de um outro animal ou da máquina de lavar, por ex.) – posicione o bebedouro em um local que ele se sinta seguro
  • evite posicionar o pote de água ao lado do pote de comida ou da caixa sanitária – o cheiro pode influenciar a avaliação de que a água está limpa
  • considere espalhar vários potes pela casa, especialmente se você tem mais de um gato ou se algum dos seus animais apresenta alguma doença urinária
  • ofereça gelo, dentro e fora do pote – alguns gatos adoram e até brincam com ele

Se o seu gato só come ração seca, ele precisa beber mais água.

Se ele come também alimentos úmidos, ele provavelmente vai beber menos.

Não é difícil pesar o gato e depois medir quantos mililitros (ml) têm no pote dele.

Basta anotar a hora que o pote foi enchido e medir quanto tinha no pote 12 ou 24 horas depois.

Também é importante observar se seu gato está urinando todos os dias e se esta urina tem o aspecto normal (coloração, cheiro).

Qualquer alteração deve ser checada.

Existem vários problemas urinários, hormonais e metabólicos que podem causar alterações na frequência e características da urina.

Nestes casos é fundamental que o gato receba atendimento veterinário.

A cultura popular e os desenhos animados mantém a crença que os gatos devem beber leite.

Mas muitos gatos apresentam fezes líquidas quando tomam leite.

Isto porque o açucar do leite da vaca, a lactose, não é bem digerido por gatos adultos (assim como muitos seres humanos).

Se o seu gato ama leite e quase não bebe água, podemos tentar diluir este leite ao máximo.

Se os eu gato gosta de beber água do vaso sanitário, mantenha a tampa fechada!

O ideal é oferecer água fresca, limpa e de preferência corrente.

Mas evite oferecer água na torneira – o planeta agradece e evitamos condicionar o gato a nos “exigir” abrir a torneira sempre que nos aproximamos da pia.

Existem muitos tipos de fontes no mercado – da mais cara a mais barata – e também muitos tutoriais ensinando a fazer uma fonte, usando uma simples bomba de aquario e pote de sorvete de 2 litros.

 

 

 

fonte 1fontes 2fontesfonte 3

Leia mais →
toilet-dog-cat-water-bowl-xl

Todos nós sabemos que beber água é fundamental para a manutenção da saúde.

Assim como nós, humanos, os organismos dos cães e gatos também são constituídos majoritariamente de água. Em torno de 75%.

Por este motivo, precisamos oferecer água limpa e fresca à vontade para nossos animais.

Mas qual o melhor pote?

Depende…primeiro precisamos ter certeza que o tamanho é adequado.

Os cães e gatos bebem em média, 30 a 60 ml de água por kilo de peso, por dia.

Logo, o bebedouro deve ter um tamanho mínimo para a água necessária para no mímino 24h.

Um exemplo: se o seu cão tem 5Kg, o pote de água deve conter no mínimo 300ml. Mas como sabemos que imprevistos acontecem e moramos num país quente, é mais seguro dobrar este tamanho! Assim garantimos que ele vai ter água disponível suficiente.

A contraindicação para um pote de água muito grande, é a falta de renovação da água e de limpeza. Muitas vezes, o pote só é limpo quando a água acaba…

A água deve ser trocada diariamente e o pote lavado pelo menos 1 vez por semana – cuidado para não ficarem resíduos de sabão ou detergente no bebedouro.

Uma alternativa interessante, especialmente se o seu cão é muito grande, é espalhar mais de um bebedouro pela sua casa.

Outra questão frequente, é o material do bebedouro.

Existem vários modelos, de plástico, vidro, louça, ágata, barro etc.

Alguns animais podem apresentar uma reação na pele, ao contato com o plástico – lesões no queixo, em geral em forma de pústulas.

O barro mantém a água fresca, como se fosse uma moringa, mas também é mais fácil de quebrar, assim como a louça e o vidro.

Esta escolha deve ser feita individualmente, depende do comportamento do seu animal e suas preferências.

Se o seu cão é muito peludo, existem alternativas de bebedouro para ele lamber e não ficar com a barba e o bigode pingando pela casa. Mas atenção! É fundamental que seu animal esteja bem adaptado a este tipo de bebedouro e beba a quantidade necessária de água por dia.

bebedouro shihtzu

 

 

 

 

Outro modelo interessante, especialmente para quem mora em casa ou tem uma varanda, é este tipo que encaixa numa torneira, deixando água fresca sempre disponível. Neste caso também é importante ensinar e acostumar o cão a beber desta forma. Uma dica para ele aprender é passar um alimento saboroso, pastoso para ele lamber e perceber que sai água!

 

bebedouro-torneira-para-caes

 

 

 

 

Os modelos de bebedouro com um garrafão de água também são interessantes para garantir que a quantidade necessária está disponível, mas esta água não é tão fresca quanto a água que trocamos todos os dias.

Quando saímos para passear e não temos a certeza de que nosso cão encontrará um bebedouro disponível, devemos carregar conosco um pote portátil ou ensinar o cachorro desde filhote, a beber de uma garrafa.

No caso dos gatos, precisamos conhecer sua preferências:

  • eles adoram água limpa, fresca e de prefrência, corrente! Considere oferecer uma fonte para seu(s) gato(s) – existem várias opções no mercado
  • os potes transparentes permitem que eles tenham a certeza que a água está limpa
  • os potes largos permitem que eles bebam água sem encostar os bigodes nas bordas
  • os potes cheios até a boca agradam bastante!
  • gatos podem ter medo ou não gostar de frequentar alguns cômodos da casa (perto de um outro animal ou da máquina de lavar, por ex.) – posicione o bebedouro em um local que ele se sinta seguro
  • evite posicionar o pote de água ao lado do pote de comida – o cheiro do alimento pode influenciar a avaliação de que a água está limpa
  • considere espalhar vários potes pela casa, especialmente se você tem mais de um gato ou se algum dos seus animais apresenta alguma doença urinária

Como estamos passando por um período complicado em relação ao mosquito Aedes aegypti, a recomendação de trocar a água pelo menos uma vez ao dia é fundamental!

As larvas desta espécie de mosquito se desenvolvem em água parada, logo os bebedouros não podem ficar esquecidos, sem inspeção constante!

Para saber sobre o comedouro ideal, clique aqui.

Leia mais →
2013-01-02 23.15.45

 

Muitos acham que os gatos não gostam de água, nem de beber água.

Mas não é sempre assim.

Este gato do vídeo por exemplo, parece adorar!

Os gatos são exigentes quanto à limpeza e ao pote da água. O local que o potinho de água está localizado, também é importante.

Quem tem gato sabe que eles se assustam com qualquer novidade, como um móvel novo ou uma cadeira fora do lugar.

Este é um dos motivos para escolhermos muito bem aonde colocar a água do gato dentro de casa. O local deve ser calmo e sem “obstruções” no caminho.

É recomendado oferecer mais de um pote com água, em locais diferentes. Desta forma é possível inclusive, descobrir qual local ele gosta mais.

O formato e o material do pote também são importantes. Gatos gostam muito de potes rasos, largos e de preferência, de vidro.

Troque a água o máximo de vezes possível, pelo menos 1 vez ao dia.

Também é comum os gatos gostarem de beber água corrente porque ela é mais fresca.

Podemos oferecer da torneira (mas o desperdício pode ser grande, nada mais ecologicamente incorreto) ou instalar uma fonte ou bebedouro felino (elétrico ou movido à pilha).

Muitos gostam de beber dos nossos copos (como a minha gata, na foto), mas preste atenção !

Eles molham as patas também e não é recomendado beber água com patinha de areia sanitária…o outro risco é quebrar o copo.

Atualmente, eu pego 2 copos d`água, um para mim e outro para ela.

Se o seu gato estiver bebendo água demais, leve-o para atendimento veterinário.

Algumas doenças podem causar este sintoma (polidipsia), como a insuficiência renal (muito comum em gatos idosos) e a diabetes .

Para saber mais sobre o melhor tipo de bebedouro para seu animal, clique aqui.

 

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato