cbd-for-dogs-cbd-for-cats_orig

 

CBD é a abreviação da palavra canabidiol, um princípio ativo derivado da planta cannabis.

A cannabis ou popularmente conhecida como maconha, é uma planta que possui mais de 100 compostos químicos chamados de canabinóides e os mais conhecidos são o CBD e o THC.

O CBD é uma substância natural e embora não haja dúvidas sobre seus benefícios no controle da dor, da ansiedade além de outras indicações para seres humanos, ainda há muitos pontos e dúvidas a serem esclarecidos sobre o uso do CBD para cães e gatos.

É possível que você já tenha ouvido falar dos inúmeros benefícios do CBD e como ele tem ajudado os humanos a lidar com diferentes doenças.

Por isso o CBD está avançando cada vez mais no campo dos tratamentos holísticos (para saber mais, clique aqui).

É importante ressaltar que nenhuma medicação, mesmo que natural, funciona como uma solução mágica, indicada para resolver todos os males, para todos os indivíduos.

Entendendo o CBD 

Assim como os humanos, os cães e gatos também possuem sistemas endocanabinóides. O sistema endocanabinóide é uma rede de ativadores e receptores celulares que funcionam como reguladores de algumas funções fisiológicas como: humor, sono, dor, apetite e imunidade.

Nossos organismos, assim como o dos nossos pets, produzem canabinóides naturalmente – são os chamados endocanabinóides.

A planta Cannabis – CBD & THC

Ainda que existam alguns equívocos e preconceitos a respeito da planta cannabis, sabemos que são muitos os benefícios que o CBD pode oferecer.

Cannabis sativa L é o nome genérico da planta, mas ela possui muitas linhagens diferentes. Enquanto algumas linhagens produzem a maconha, que é ilegal no Brasil, outras linhagens produzem o cânhamo para fins terapêuticos e industriais (fabricação de tecidos, cordas, papéis etc).

O nome cannabis é um termo abrangente usado tanto para chamar o cânhamo quanto a planta da maconha.
Embora existam semelhanças entre a planta de cânhamo e a planta da maconha, também há diferenças e é fundamental reconhecê-las.

Apesar da planta cannabis geralmente conter CBD e THC (Tetrahidrocanabinol), as plantas de cannabis que contêm menos de 0,3% de THC são conhecidas como plantas de cânhamo (ou Hemp, em ingles). Antes de tudo, saiba que os produtos feitos das plantas de cânhamo são legais no Brasil.

Por mais que a planta da maconha seja mais conhecida por suas propriedades psicoativas, isso não quer dizer que ela também não tenha propriedades medicinais. São muitos os relatos de que a maconha ajuda vários indivíduos com diferentes problemas de saúde.

No entanto, ainda existe muito preconceito em relação à maconha, por ela ser comumente usada com objetivos recreativos.

Por outro lado, os produtos derivados da planta do cânhamo são considerados não-psicoativos, isto é eles não produzem nenhum efeito de “chapação”.

Quando o assunto é o CBD para gatos e cães, estamos nos referindo às formulações e produtos livres de THC . Logo, o CBD não deixará seu animal de estimação “doidão nem chapado”.

Além disso, queremos enfatizar que o uso terapêutico do CBD para cães e gatos já está legalizado no Brasil.

Mas é fundamental alertar que a substância THC é tóxica para os cães e gatos.

O uso da maconha é muito perigoso,  desanconselhado e pode intoxicar seu animal.

Assim sendo, só se deve usar o CBD derivado da planta de cânhamo, livre de THC, para os pets.

Sem dúvida, o produto mais popular no mercado é o óleo de CBD que é uma substância líquida e na maioria das vezes utiliza-se com um conta-gotas.

O uso do conta-gotas permite dosar com mais precisão a quantidade de CBD para os cães e gatos.

Na maioria das vezes, o óleo de CBD é administrado por via oral, diretamente na boca ou misturado com a comida ou ao petisco favorito.

Efeitos e Benefícios do CBD

Infelizmente ainda não existem muitos estudos científicos publicados sobre os benefícios do CBD para saúde dos cães e gatos.

Em alguns países, o uso do CBD terapêutico para humanos é legal há alguns anos e são muitos os relatos de cães e gatos que apresentaram melhora de quadros como:

Artrite – dor articular

Dor neuropática (nervos)

Inflamação intestinal

Epilepsia e convulsões – controle e diminuição de medicamentos controlados, muitos estudos estão sendo realizados para confirmar.

Ansiedade – a propriedade mais estudada do CBD é sua capacidade de promover o relaxamento, esse efeito é observado tanto em humanos quanto nos nossos pets.

Náusea (enjôo) e estimulante do apetite – pacientes submetidos aos tratamentos quimioterápicos (entre outros casos) frequentemente apresentam vomitos e falta de apetite.

Efeitos colaterais do CBD

Como não existem 2 indivíduos iguais, sejam eles cães, gatos ou humanos, os animais podem reagir de maneira diferente ao CBD.

O principal efeito colateral do CBD é a possibilidade de deixar seu animal um pouco mais letárgico do que o habitual.

Normalmente, os efeitos colaterais são inexistentes ou extremamente leves.

CBD para venda: um alerta

Embora a popularidade dos produtos de CBD venha crescendo, precisamos alertar que nem todos os CBDs são produzidos da mesma forma. O CBD ainda não é controlado e regulamentado de forma precisa. Portanto, é totalmente possível que os produtos de CBD que você encontra disponíveis não sejam exatamente o que você está esperando.

Certifique-se de que o produto é 100% natural, testado e certificado por um laboratório que lhe dirá exatamente quanto de CBD contém em seu produto.

É fundamental consultar um(a) veterinário (a) em relação à indicação e dose adequada de CBD para seu animal de estimação.

No Brasil ainda não encontramos produtos nas prateleiras das petshops, à base de CBD. Só é possível através de formulações controladas em farmácias especializadas.

Em muitos países da Europa e dos EUA , existem petiscos, cápsulas, óleo, entre outras formulações disponíveis para a venda.

Vale ressaltar que cães e gatos só podem tomar o CBD derivado da planta de cânhamo. Produtos que são ricos em THC, como a maconha recreativa ou até mesmo a medicinal, podem intoxicar os animais!

Portanto, nunca ofereça maconha para seu cão ou gato, de nenhuma maneira!

Não deixe ele comer nem nunca permita que assoprem fumaça nem vapor na direção do seu animal pensando que isso o ajudará.

É bastante provável que brevemente tenhamos estudos publicados com todas as indicações, recomendações, cuidados e melhores aplicações do uso terapêutico do CBD para nossos queridos cães e gatos.

Converse com o(a) veterinário(a) que cuida da saúde do seu animal.

Leia mais →
artrite

Este quadro acontece frequentemente: seu cão já não brinca tanto, mas come, bebe água e reage alegremente quando te vê. Ele está envelhecendo e é normal diminuir o ritmo.

Mas pode não ser exatamente isso que está acontecendo. Ele pode estar sentindo dor. Um estudo recente demonstrou que 20% dos cães apresenta artrite.

Os cães são muito bons em esconder que estão doentes ou sentindo  dor. Ouço frequentemente dos proprietários que o animal não está reclamando ou chorando de dor. Eles raramente
demonstram. Para saber mais sobre dor, clique aqui.

Quando a dor é aguda (por exemplo, alguém pisa numa pata acidentalmente), eles avisam,  mas se a dor é crônica eles se acostumam a conviver com ela.

Só de pensar me dá arrepios.

Existem algumas medidas para amenizar este quadro crônico:

  1. Diagnóstico – consulte se veterinário
  2. Piso anti-derrapante – é muito difícil para 1 cão com artrite levantar, fazer curvas e correr sem deslizar e sobrecarregar as articulações. É fácil comprar 1 borrachão ou virar 1 carpete e forrar as áreas que o cão circula. Também existem sapatinho e produtos anti-derrapantes para aplicar nas patas
  3. Cama macia – principalmente se o animal for magro
  4. Medicação – além de analgésicos e anti-inflamatórios existem suplementos que podem ajudar – consulte seu veterinário
  5. Acupuntura – além do efeito anti-inflamatório, pode modificar o limiar da dor, melhorando muito a qualidade de vida
  6. Exercícios leves – podem ajudar, mas cuidado: depende do estado geral do animal
  7. Controle de peso – a obesidade pode agravar o quadro de dor articular
Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato