cat-dog-fireworks

Este ano eu gravei uma entrevista para o Dr. Alexandre Figeuiredo do Blog, Dicas Boas pra Cachorro, sobre como ajudar os animais que sofrem com os barulhos de fogos.

Confira o vídeo:

Leia mais →
cao fone de ouvido

Assim como para nós humanos, a música pode exercer efeito calmante nos animais.

Os cães podem ficar nervosos e ansiosos por diferentes motivos, como:

  • ficar sozinho em casa (para saber mais, clique aqui)
  • visitas ou obra em casa
  • andar de carro (para saber mais, clique aqui)
  • medo de barulhos – fogos, tiros, trovões (para saber mais, clique aqui)

As manifestações desta ansiedade são muito variadas:

  • destruição de objetos, móveis, paredes
  • fezes e urina em locais não apropriados
  • vômitos
  • se lamber, morder e até arrancar pelos
  • latir ou uivar exageradamente

É claro que devemos avaliar cada situação de maneira individual e única, mas sempre podemos ajudar.

Alguns animais podem precisar de atendimento especializado e alguns chegam a tomar medicamentos para controlar a ansiedade e o medo.

O tratamento costuma envolver várias modificações na rotina do animal e da família, nem sempre fáceis de realizar.

Mas todas as medidas que pudermos tomar, são sempre bem vindas!

É muito comum ouvirmos que deixar a TV ou rádio ligados pode deixar os cães mais calmos. Mas nem sempre é verdade!

Imagine se no meio da programação começa um filme com explosões?

Dependendo dos sons emitidos, o estresse pode até piorar.

Mas algumas músicas podem ajudar muito!

Nem toda música clássica é calmante, mas há alguns anos já se utiliza o som da harpa para acalmar cães, gatos, chimpanzés entre outros animais.

Seria muito legal se os abrigos, canis e até o compartimento para animais nos aviões fossem equipados com caixas de som e delas saíssem música para cães!

 

Este tipo de música foi desenvolvida especialmente para acalmar cães, usando o repertório de Bach, Beethoven, Brahms entre outros. A diferença é que a dinâmica é calma, do início ao final da música.

O compositor e produtor Tom Nazziola fez uma coleção maravilhosa que acalma nossos bichos e nos acalma também!

Podemos usar a música para ouvir em casa, quando saímos, nas viagens de carro, em situações estressantes e sempre que precisarmos.

 

 

Vale a pena experimentar!

http://www.musicmypet.com/

Leia mais →
abanar o rabo

Acredito que a resposta mais comum seja: porque ele está feliz!

Mas nem sempre é assim…a posição e os movimentos da cauda dos cães fazem parte de um complexo sistema de linguagem corporal.

Um cão abanando o rabo está exibindo excitação e agitação.

Este comportamento pode ser amigável, um convite para brincadeiras ou um aviso: afaste-se!

Depende muito da linguagem corporal exibida pelo cão, como um todo.

É comum observarmos cães que enquanto rosnam, balançam a cauda.

É preciso observar a posição das orelhas, a expressão facial, o corpo todo antes de ter certeza que ele está feliz.

Os movimentos da cauda podem nos dar muitas informações sobre o estado emocional de um cão:

  • quando a o rabo está alto e se movimentando para trás – geralmente o cão está se sentindo muito bem
  • quando a cauda está horizontal ao chão – indica que o cachorro está muito interessado em alguma coisa (como a posição clássica dos caçadores, um rabo de seta!)
  • quando a cauda está baixa, quase dobrada -indica que o cão está com medo ou submisso
  • se estiver baixa e abanando – indica insegurança e preocupação (afaste-se, deixe-o em paz)
  • uma cauda rígida, se movimentando da posição horizontal para a vertical – indica que ele está se sentindo ameaçado ou desafiado

A cauda também exerce um papel importante na comunicação entre os cães.

Toda vez que seu cachorro abana o rabo, ele funciona como um ventilador, espalhando o cheiro natural deste cão, ao seu redor.

Nós humanos, não somos capazes de detectar este cheiro como os cães detectam.

As glândulas adanais (ao lado do ânus) secretam uma secreção (MUITO fedorenta) que funciona como a nossa impressão digital – cada cachorro tem seu cheiro!

Os cães poderosos, dominantes, costumam deixar sua cauda bem alta para que seu cheiro se espalhe e alcance todos os outros cães ao seu redor. Enquanto os cachorros timidos e assustados, costumam manter a cauda entre as pernas, para que ninguém sinta seu cheiro, nem preste atenção nele.

A cauda também exerce uma função de contrapeso, para ajudar no equilíbrio, quando o cachorro está saltando, escalando ou correndo em locais estreitos e com trajeto difícil.

Os cães nadadores também usam a cauda como um leme, facilitando o movimento das curvas.

As raças que vivem em locais frios, costumam ter caudas muito peludas para quando deitarem enroladinhas, protegerem a face do frio.

Uma curiosidade: a cauda serve para comunicação, logo não é usada quando o cão está sozinho!

Estudos mostram que se um cão receber um prato de comida de uma pessoa, ele abanará o rabo, mas se ele encontrar o mesmo prato, sem ninguém por perto, ele não abana a cauda!

Estas informações servem como um reforço: NÃO CORTE A CAUDA DOS CÃES!

Além de todas estas funções de comunicação e equilíbrio, a cauda é a parte final da coluna de um cão!

Atualmente esta cirurgia é proibida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária, no Brasil.

Para saber mais, clique aqui.

 

Leia mais →
Carregando..
 
 
focinho do cachorro
rabo do gato